Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Saiba a história que deu origem ao Godzilla

Godzilla fala sobre os males dos ataques nucleares

Compartilhe
Google Whatsapp

Godzilla é um monstro fictício que apareceu pela primeira vez nos filmes japoneses de ficção científica e terror. Essa criatura ficou vários anos como o rei das franquias de filmes de monstros, quase por mais de 60. Mas o que várias pessoas não sabem é que o Godzilla foi inspirado em um trágico acidente que aconteceu com um barco de pesca que abalou o Japão.

Os japoneses foram bastante censurados depois de Hiroshima e Nagasaki. E o Godzilla foi a forma que eles encontraram de expressar seu medo da radiação e os efeitos a longo prazo do teste com armas nucleares.

Quando o diretor do filme, Ishiro Honda, resolveu gravar o seu filme em 1954, o Japão ainda estava se curando dos males das bombas atômicas. Mas para criar seu monstro, não foi nesse acidente que ele se inspirou.

No mesmo ano, no dia 22 de janeiro, um navio chamado Daigo Fukuryu Maru, que era conhecido como Lucky Dragon 5, saiu da cidade Yaizu para sua pesca cotidiana. Mas assim que ele zarpou os problemas com o barco começaram.

A primeira complicação aconteceu com as redes quando elas se enroscaram em um coral. Isso fez com que o barco perdesse metade de suas linhas. Depois disso, o motor teve um mal funcionamento. Mas mesmo com esses problemas a tripulação não quis perder tempo e eles mesmos entraram em alto mar com a intenção de arrumar o barco.

O barco conseguiu seguir sua viagem e no dia primeiro de março estava perto do Atol de Bikini. Esse lugar já tinha sido palco de alguns testes com bombas atômicas. E por causa de um problema de comunicação a tripulação não tinha recebido nenhuma informação para não chegar perto do atol. Já que o governo americano queria testar uma bomba nuclear a hidrogênio no local.

Quando eram 6:45 da manhã, um clarão muito grande surgiu no horizonte. Depois disso, uma chuva de cinzas começou a cair sobre o barco. E mesmo com essa situação estranha, os pescadores ignoraram a chuva e continuaram a pescaria.

Felizmente, o que os pescadores do Lucky Dragon 5 não sabiam era que eles estavam fora da zona de risco determinada pelos americanos. Mas o que ninguém imaginava era que a zona de risco tinha sido mal calculada pelos americanos. O que os americanos tinham previsto era que a explosão de seis megatons, mas a bomba acabou liberando 15 megatons.

Os pescadores ficaram expostos à uma radiação alta sem nem saber. No mesmo dia, quando voltaram para a costa, eles começaram a sentir os primeiros problemas que a radiação havia causado neles.

Todos os pescadores se sentiram enjoados e não conseguiram comer. E passados poucos dias, eles desenvolveram queimaduras em todo o corpo. As gengivas deles sangraram e os olhos incharam a ponto de quase cair do rosto.

Quando os homens voltaram para o Japão, o governo os colocou em quarentena. Mas os peixes, que foram pescados, foram vendidos normalmente. E os peixes acabaram causando a morte de algumas pessoas. Do barco, o primeiro tripulante a morrer foi o operador de rádio.

No filme Godzilla, que foi lançado em 1954, a cena de abertura é um barco sendo destruído pelo monstro, que depois acaba matando o operador de rádio. O filme foi na verdade uma crítica as armas nucleares e ao que elas podem fazer a humanidade.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Recomendamos

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto

×