Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Veja os erros do filme '365 Dias' para quem pratica sadomasoquismo

Desde o começo do mês, o filme "365 dias" tem causado burburinho nas redes sociais.

Slide 2 de 3
Compartilhe

Opinião

Muitos apontam Laura como uma submissa de Massimo, mas não é bem isso. "Laura está lá contra a vontade dela. No BDSM existe consensualidade, Massimo não pergunta para Laura se ela quer ficar com ele”, compara Vivi Escarlate, adepta da prática como submissa e recepcionista do bar Dominatrix, na Augusta, em São Paulo. 

No fetiche, há dominação e submissão, mas tudo isso é feito com um consenso prévio e regras que devem ser seguidas por ambas das partes. “Você tem o desejo de servir ao dominador, tem uma hierarquia que um manda e o outro obedece, mas é tudo consensual e existe uma negociação para ver o que vai ter na relação, nada é forçado”, detalha Vivi. 

Lord Steel e sua submissa, Anna, concordam e lebram de um princípio básico do BDSM que não aparece no filme: toda ação tomada tem que ser Sã, Segura e Consensual (SSC). “É a lei universal dos praticantes de BDSM. Se não tem essas três coisas, tem algo de errado”, resume Lord, que é praticante desde a década de 1990 e que tem uma loja no bar onde Vivi trabalha. 

Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar