Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Vídeo: Professor desarma e abraça aluno para evitar tragédia escolar

O professor vem sendo tratado como um herói pela imprensa e colocado como o principal motivo para que uma nova tragédia estudantil não acontecesse nos Estados Unidos.

Compartilhe

Um vídeo gravado em 17 de maio desse ano em uma escola de ensino médio no Oregon, nos Estados Unidos, mostra Keanon Lowe, professor de 27 anos do colégio, desarmando e abraçando um estudante que levava uma arma carregada dentro do prédio escolar. As informações são da Revista Monet.

O professor vem sendo tratado como um herói pela imprensa e colocado como o principal motivo para que uma nova tragédia estudantil não acontecesse nos Estados Unidos.

Nas últimas décadas, o país conviveu com atentados desse tipo. O mais famoso deles provavelmente é o Massacre de Columbine, de 1999, em que dois estudantes assassinaram outras 13 pessoas antes de tirarem as próprias vidas. O caso real inspirou obras como o filme 'Elefante' (2003), dirigido por Gus Van Sant. Situações do tipo também são retratadas em outras produções, como o longa 'Precisamos Falar Sobre o Kevin' (2011), da diretora Lynne Ramsay, baseado no livro de ficção de mesmo nome lançado em 2003.

Segundo o divulgado pelo site Metro, o aluno Angel Granados-Diaz, então com 18 anos, hoje com 19, estava sofrendo com uma crise de saúde mental no momento e levou a arma ao colégio com a intenção de tirar a sua própria vida. A polícia informou ao site que ele não pretendia atirar em mais ninguém com a arma.

Reprodução

No vídeo divulgado, é possível ver alunos gritando e correndo de uma sala de aula. Lowe, que é professor de futebol americano e atletismo na escola, sai, então, com Granados-Diaz da sala. Ele desarma o jovem, entregando a arma para outro professor, e o abraça.

O professor contou em entrevista após o caso que passou alguns momentos com o adolescente antes da polícia chegar. "Foi emocionante para ele, foi emocionante para mim. No momento, eu senti compaixão por ele", pontuou."Muitas vezes, especialmente quando você é jovem, você não percebe o que está fazendo até que isso acabe. Eu falei para ele que estava salvando-o, que estava lá por uma razão e que a vida dele valia a pena", completou Lowe.

Granados-Diaz foi condenado a uma sentença probatória de três anos depois de se declarar culpado por posso de arma em um prédio público e levar uma arma carregada em público.

Assista!



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar