Mulher cobra por sexo virtual e ameaça divulgar fotos dos clientes

A “garota de programa” ameaçou colocar as imagens dos 'clientes'.

Uma mulher cujo nome ainda não foi fornecido pela polícia, está cobrando muito dinheiro de um “cliente” com quem fez sexo virtual pela Internet. A “garota de programa” ameaçou colocar as imagens que ela gravou fazendo “sexo” nas redes sociais, principalmente no Facebook dos amigos do homem, cuja lista é muito grande.

O caso foi registrado na 2ª Delegacia do Carumbé, mas será investigado por policiais da Delegacia Especializada de Estelionato. Contou o homem de 55 anos, morador do bairro Chácara dos Pinheiro, região do Coxipó, em Cuiabá. A suposta vítima afirmou ter feito experiências sexuais via webcam, através do aplicativo Skype.

Depois de alguns dias, segundo o homem, a mulher começou a fazer ameaças de denunciá-lo, passando a cobrar algo em torno de 20 reais por minuto para se calar e não expor as gravas nas redes sociais.

Segundo a denúncia representada à Polícia Civil pela vítima, ele conheceu a mulher moça por meio de um chat. Depois de conversas eróticas, o “casal” passou a se exibir, onde ambos mostravam suas partes íntimas em um relacionamento pela Internet.

Sem saber de quem se tratava. Ou seja, que por trás dos atos sexuais voluntários entre ambos, o homem se surpreendeu com a cobrança. A desconhecida, inclusive fez ameaças, dizendo em mensagens de WhatsApp que caso ele não fizesse o pagamento iria cobrar o valor de todos os seus contatos da rede social Facebook.

Assustado com as ameças e com a repercussão do caso, que não é inédito no País, muito menos em Cuiabá, o homem reuniu todas as conversas de ameaças e extorsão e registrou um Boletim de Ocorrência (BO) na Polícia Civil. O caso agora está sendo investigado pelo delegado José Carlos Damian. O delegado ainda não quis se pronunciar sobre as investigações.

Fonte: Com informações do 24horasnews