Mulheres casadas têm 63% mais orgasmos com os amantes

A pesquisa é site de relacionamentos extraconjugais Ashley Madison

Mulheres estão procurando o prazer sexual fora do casamento, e uma das principais razões é a falta de esforço do parceiro para apimentar a relação. Esses e outros dados foram apresentados por uma nova pesquisa realizada pelo site de relacionamentos extraconjugais Ashley Madison.

A rede social entrevistou 1.300 membros para comparar a qualidade do sexo com o cônjuge e com o amante, qual seria a frequência com que as mulheres fingem ter um orgasmo e o que é necessário para satisfazê-las na cama.


Segundo informações da plataforma, 49% das mulheres responderam que chegam ao orgasmo apenas "às vezes" ou "raramente" com os maridos. No entanto, 83% disseram conseguir gozar com o parceiro extraconjugal, e 59% delas respondeu que o ápice ocorre "sempre" ou "a maior parte do tempo".

Sobre os motivos de procurar uma relação fora do casamento, 29% das entrevistadas disseram que homens focam apenas no próprio prazer; 28% citaram sexo cômodo e falta de excitação e 24% falaram sobre a falta de atração e a incapacidade de criar o clima.

Para 62%, a principal razão pela qual elas têm mais prazer com o amante é a maior preocupação deles com o prazer da mulher, e não no próprio.

O que falta no sexo para as mulheres?

O sexo oral foi campeão de votos sobre a técnica que mais dá prazer para elas: cerca de 70% das entrevistadas escolheram essa modalidade. E o horário mais propício para o orgasmo seria à noite.

Ainda de acordo com a pesquisa, 28% das mulheres dizem que nunca fingiram um orgasmo.

Fonte: bolsademulher