Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Onde fica a vagina? Um em cada dois homens não sabe responder

Resultado pode impactar a vida sexual do casal e saúde da mulher

Onde fica a vagina? Um em cada dois homens não sabe responder
1 | Reprodução
Compartilhe

Atualmente, homens sabem como é uma vagina, são capazes de discutir assuntos como menstruação, reprodução e outras questões particulares da intimidade sem problemas, assim como todos os casais conversam confortavelmente sobre a própria vida sexual, certo? Em um mundo ideal, sim. Neste, nem tanto.

De acordo com uma pesquisa recente realizada pela The Eve Appeal – organização beneficente britânica que busca conscientizar as pessoas sobre cânceres ginecológicos –, grande parte dos homens não consegue identificar que parte do sistema reprodutor mostrada em um diagrama é a vagina .

 src=


Detalhes do estudo

Desde 1999, setembro é considerado o mês de conscientização dos cânceres ginecológicos, ou seja, câncer de colo do útero, de ovário, de endométrio, de vulva e vaginal. Pensando nisso, a organização realizou uma pesquisa com mil mulheres e mil homens para checar o quão conscientes as pessoas estão a respeito dos sintomas dessas doenças.

Para realizar a pesquisa, a organização pediu que as pessoas identificassem as partes do desenho que correspondiam à vulva, ao colo do útero, aos ovários, às trompas e à vagina. O resultado? Um a cada dois homens realmente não sabe onde fica o canal vaginal. Além de 500 homens não terem conseguido responder a essa questão, 61% dos homens entrevistados confundem a região com a vulva .

Por que isso é preocupante?

Além de falta de conhecimento sobre o aparelho reprodutor feminino, uma parcela dos homens consultados pela pesquisa mostra que há uma razão para o fato de que 43% das mulheres sofrem com problemas na área íntima  e não falam com ninguém sobre eles. Segundo os dados levantados, metade dos homens que responderam a pesquisa afirmam que não se sentem confortáveis discutindo problemas ginecológicos com a parceira, enquanto 17% dizem que “não sabem nada sobre saúde ginecológica e não acham que precisam saber, já que é um problema feminino”.

Além da falta de informação e interesse sobre a anatomia feminina poder gerar problemas na vida sexual (afinal, se o cara não sabe onde fica a vagina, com certeza terá problemas em encontrar o clitóris e em dar prazer à parceira), especialistas da organização afirmam que a falha na educação sexual também pode ter impacto na saúde. “Pelas ligações que recebemos de homens na The Eve Appeal, sabemos que eles podem ter um papel vital identificando sintomas [de doenças] e convencendo as parceiras a ir ao médico. Diagnósticos precoces podem salvar vidas”, diz Athena Lamnisios, executiva da organização, ao portal “The Telegraph”.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar