Como não existe hora certa nem local, o tesão pode aparecer em qualquer momento. Uma nova pesquisa do Sexlog, site de relacionamento liberal, revelou que 68% dos entrevistados do sexo masculino já se masturbaram na casa de um amigo. Mas as mulheres não ficam atrás, já que o levantamento apontou que o número daquelas que já partiram para a siririca na casa de alguém gira em torno de 66%.

Como em maio é celebrado o Mês Internacional da Masturbação, confira mais sobre os outros hábitos curiosos na hora do prazer a sós.

Apesar da quantidade de entrevistados que topam se tocar na casa dos outros, os dados revelam que 59,7% dos homens e 69,3% das mulheres preferem se masturbar no conforto da própria casa, com mais tranquilidade e sem o medo de ser surpreendido por alguém.

Aventureiros que gostam de se masturbar na casa dos outros. (Foto: reprodução)Aventureiros que gostam de se masturbar na casa dos outros. (Foto: reprodução)

Considerado tabu ou não, se o ato de se masturbar na casa de outra pessoa pode ser estranho para alguns, existe ainda uma parcela, pequena, mas bem ousada, que já praticou o ato até mesmo no trabalho. É o caso de 5% do total de entrevistados. Mas fica o alerta que tal prática pode levar à demissão e causar problemas sérios e constrangedores.

Ao serem indagados quanto a frequência com que batem punheta, quase 40% dos homens afirmaram que não deixam passar sequer um dia em branco. Já as mulheres que praticam o auto prazer, todo dia, chega a cerca de 24%.

E quando se fala com relação ao ato da masturbação ser raro, isso é realidade apenas para 8,5% dos entrevistados. O número de mulheres que se masturbam poucas ou raras vezes é o dobro: 16,5%.