Você é rápido? Saiba qual a duração média de uma relação sexual

Responder se você é muito ligeiro é bem complicado.

Como você deve imaginar, responder se você é muito ligeiro é bem complicado. Afinal, como definir o que deve e o que não deve ser contabilizado? Muitos casais adoram as preliminares, prolongando a relação por mais tempo. Outros já partem para o “fight”, isto é, para a penetração em si – aí a duração pode ser um pouco menor.

Além disso, fica difícil estabelecer um critério justo. Muita gente é tendenciosa e aumenta muito o tempo de suas relações como uma forma de contar vantagem sobre seus amigos. Outro problema é que o sexo requer envolvimento do casal; por isso, ficar contando os minutos (ou horas) pode atrapalhar e até fazer o apetite sumir.

Por isso, os cientistas tiveram que estipular um método que parecesse ser mais satisfatório e coerente: dar “start” em um cronômetro no momento em que se inicia a penetração e pará-lo quando o homem chegar ao orgasmo – sim, a pesquisa levou em conta apenas a parte reprodutiva do coito. O estudo foi feito com 500 casais ao redor do mundo e trouxe resultados surpreendentes.

Com os dados obtidos na pesquisa, os cientistas estipularam que o tempo médio de uma relação sexual é de 5,4 minutos. Parece pouco? Então saiba que nem todo mundo foi assim “tão bem”.

Acontece que os resultados obtidos foram desde 33 segundos a 44 minutos de penetração – uma variação de mais de 80 vezes. Outros resultados curiosos mostraram que o uso de preservativo ou o fato de o pênis ser circuncidado não afetam na duração do ato sexual.

O país em que você mora também pouco influencia o tempo da relação – a menos que você more na Turquia, porque por lá a duração média foi de apenas 3,7 minutos. Para completar, casais mais velhos costumam ser mais rápidos, contrariando o que muita gente imaginava.

Fonte: Com informações do Mega Curioso
logomarca do portal meionorte..com