Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Com mais de 400 apresentações, FestDança é referência no Nordeste

Na 22ª edição do Festival de Dança de Teresina, além das grandiosas apresentações, houve um aprimoramento profissional das técnicas dos jovens dançarinos

Com mais de 400 apresentações, FestDança é referência no Nordeste
Dança | Divulgação

Durante quatro dias, o Theatro 4 de Setembro foi palco para uma pluralidade de ritmos, reunindo pessoas de várias regiões do país por uma única paixão: a dança. Na 22ª edição do Festival de Dança de Teresina, além das grandiosas apresentações, houve um aprimoramento profissional das técnicas dos jovens dançarinos que estiveram em contato direto por meio das oficinas e da competição com grandes nomes da área.

Com mais de 400 apresentações, FestDança é referência no Nordeste - Imagem 1

Em cima do palco, bailarinos e coreógrafos brilharam, trazendo montagens completas de balés consagrados, peças dos mais variados gêneros de dança e algumas criações contemporâneas que compreendem o universo da dança e das artes como um todo. Dançarinos de todas as idades encheram os olhos do público que se empolgava a cada novo passo.

Visitando o teatro pela primeira vez, a atendente de caixa, Regiane Verdiano, acompanhou o espetáculo da primeira fila. Além de espectadora, estava ansiosa pela a apresentação de sua filha. Toda orgulhosa, não conseguia tirar os olhos do palco. "O Festival é maravilhoso! Não vejo a hora de ver a minha filha dançando. É uma expectativa muito grande", diz.

Com mais de 400 apresentações, FestDança é referência no Nordeste - Imagem 2

O evento é promovido pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC) e tem como principal objetivo valorizar a dança e os vários talentos de todo o Piauí e região. Ao longo de várias edições, o encontro vem se consolidando como uma referência nacional, revelando bailarinos, coreógrafos, criadores e pesquisadores no fazer dança.

"Nos sentimos extremamente satisfeitos com o festival. Com a participação, com a qualidade, com a plástica, com toda a beleza que ele envolve. E no próximo ano, teremos uma edição ainda maior, pois neste ano, os quatro dias de competição ainda foram poucos para evidenciar os talentos não somente de Teresina, mas de todo o Piauí e regiões vizinhas, como o Maranhão e o Ceará", afirma o presidente da FMC, Luis Carlos Alves.

Os gritos e palmas eram audíveis de todos os cantos do teatro. Até mesmo os grupos de outros estados receberam o apoio das torcidas. Mães e pais, tios e tias, avós e amigos, todos foram prestigiar o árduo trabalho e esforço dos jovens dançarinos, deixando o Theatro 4 de Setembro pequeno para tanta gente.

Em geral, as apresentações não visavam apenas o prêmio da competição, mas sim, o reconhecimento dos talentosos artistas. Abner Oliveira, bailarino e jornalista, já é um veterano no festival, mas não esconde o êxtase ao sair do palco. "Mesmo tendo me apresentado em outros anos e já estando um pouco mais tranquilo com isso, é sempre aquela coisa, um nervosismo muito grande, torcendo muito para que dê tudo certo. Mas eu penso que não viemos somente pela competição, mas mostrar o nosso trabalho e compartilhar ele com outras pessoas", conta.

Ao longo dos anos, o Festival vem crescendo e ganhando cada vez mais admiradores, se tornando um evento tradicional na cidade. Todo o apoio e reconhecimento oferecidos aos bailarinos só evidenciam a tamanha diversidade presente nos quatro dias de evento, que contou com mais de 400 coreografias de participantes de vários cantos do país.

Com mais de 400 apresentações, FestDança é referência no Nordeste - Imagem 3

Para organizador do evento e coordenador de dança da FMC, Casius Clay, a 22ª edição foi repleta de emoções que envolveram a todos os presentes no Theatro 4 de Setembro. "Ficamos muito felizes com o resultado do FestDança. Foram quatro dias de muitas danças e amor pela arte. A gente vê que está no sangue dos bailarinos o amor pela dança, e é uma satisfação enorme fazer parte da organização de um evento tão lindo como esse", afirma entusiasmado.

O jovem de apenas 12 anos, Nailson Guimarães, foi um dos destaques do festival, sendo premiado na categoria infantil masculino. O bailarino, que faz parte do Centro de Dança Mariana Alves, ainda recebeu uma indicação para o Roma Dance Contest em Março de 2020, na Itália. "Estou muito feliz por receber esse prêmio. Foi uma ótima experiência com vários bailarinos talentosos", conta.

Oficinas

Além das apresentações, o Festival contou ainda com oficinas realizadas pelos renomados bailarinos e coreógrafos, Matheus Brusa, Erick Gutierrez e André Malosa.  Com salas cheias, os artistas puderam repassar um pouco dos seus conhecimentos para os jovens, além de permitir uma maior interação com os amantes da dança, contribuindo e enriquecendo cada vez mais o Festival de Dança de Teresina. "O festival foi super receptivo. Tive contato com pessoas muito envolvidas nas aulas e na organização. Viemos colaborar com o evento, somando artes e trazendo vivências para que o Festival cresça cada vez mais e que as pessoas busquem se especializar, entendendo que a arte é um trabalho e estudo contínuo" explica o dançarino e jurado, Erick Gutierrez.

Lista de premiados

 Categorias

- Destaque Pré - Rayana Maria de Sousa Santos (Fundação Inês Carvalho Comunidade de Dança)

- Destaque Infantil Masculino - Nailson Guimarães (C.D.M.A)

- Destaque Infantil Feminino - Ana Luisa Ferreira Cardoso (Balé Jovem do Piauí)

- Melhor Bailarina Juvenil - Paula Caroline S. Ribeiro (Balé Jovem do Piauí)

- Prêmio Incentivo Bailarino Clássico - Lucas Gervásio Sousa (Escola de Balé Júlio César)

- Prêmio Incentivo Bailarina Clássica - Jessiane Vaz (Balé Jovem do Piauí)

- Melhor Trio - Breno Matheus T. Portela, Pedro Dionizio da S. Neto e Paulo Victor da L. Sousa (Dança de Rua Castelo - Castelo do Piauí)

- Maior Nota do Festival - Júlia Fernandes (Núcleo Piauiense de Danças Urbanas).

- Maior Nota do Festival - Conexão SMT Dance - São Miguel do Tapuio - PI

- Maior Nota do Festival - Paula Caroline Ribeiro e Jonas Alves ( Balé Jovem do Piauí)

- Melhor Conjunto Estilo Livre - Cia José Nascimento

- Destaque Coreográfico - Nilton Cezar da S. Barbosa e Gabriel Arcângelo M. Dias (Processo Átima Adriara)

- Melhor Conjunto Dança de Rua - The Dreams - Campo Maior

- Melhor Conjunto de Danças Populares - Conexão SMT Dance - São Miguel do Tapuio

- Melhor Pas de Deux - Jessiane Vaz e Jonas Alves (Balé Jovem do Piauí)

- Melhor Bailarina não-clássica - Júlia Fernandes (Núcleo Piauiense de Danças Urbanas)

- Prêmio Incentivo Bailarino não-clássico - Emílio Fernandes (Espaço de Dança Eliza Lopes)



Tópicos

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push
<