Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Companhia do Rio inclui Teresina em turnê e traz Caranguejo Overdrive

Aquela Cia. de T#eatro, do Rio de Janeiro, traz a Teresina o espetáculo Caranguejo Overdrive, que será apresentado nos dias 26 e 27 de abril, às 19h, no CAMPO Arte Contemporânea, no bairro São João.

Companhia do Rio inclui Teresina em turnê e traz Caranguejo Overdrive
Aquela Cia. de T#eatro | Elisa Mendes
Compartilhe
Google Whatsapp

Ao ritmo de maracatu mesclado a música eletrônica, Aquela Cia. de  T#eatro, do Rio de Janeiro, traz a Teresina o espetáculo Caranguejo Overdrive, que será apresentado nos dias 26 e 27 de abril, às 19h, no CAMPO Arte Contemporânea, no bairro São João. Antes, nos dias 25 e 26, a companhia realiza a oficina Narrar em tempos (ins)urgentes e no dia 27 tem encontro com grupos de teatros da capital piauiense.

A montagem está em turnê nacional, já foi apresentada em Goiânia (GO) e Belém (PA), através do Programa Petrobras Distribuidora de Cultura que, em parceria com a Secretaria Especial da Cultura, que contempla projetos de espetáculos teatrais não inéditos. Caranguejo Overdrive foi um dos 57 projetos aprovados no último edital, originários de todas as regiões do país.

Escrito por Pedro Kosovski e dirigido por Marco André Nunes, Caranguejo Overdrive retrata a cidade em movimento e o impacto sobre seus habitantes.

A trama, embora ambientada no século 19, se torna atual pelo seu enredo, que apresenta a história de Cosme, um ex-catador de caranguejos no mangue carioca, convocado a lutar ao lado do Exército Brasileiro na Guerra do Paraguai. Após sofrer um colapso mental no campo de batalha, ele é dispensado e, ao retornar a sua terra, encontra um Rio de Janeiro caótico e em transformação.

A cidade, com suas convulsões urbanísticas, se tornou irreconhecível para esse homem. O combatente procura novamente o mangue, região que, em 1870, era conhecida como Rocio Pequeno – e hoje, Praça 11. Ele consegue um emprego na construção do canal que representou a primeira grande obra de saneamento na capital carioca. A partir disso, Cosme já não sabe mais se é homem, caranguejo, soldado ou operário. Sua crise o obriga a abandonar tudo, a vagar pela noite, a mergulhar no delírio e a assumir, finalmente, a forma do crustáceo. O homem-caranguejo vive na lama.

Apesar do drama vivido pelo protagonista, Caranguejo Overdrive pode divertir o público maior de 16 anos, com bom humor e com a vibração da trilha sonora, que dialoga com a performance dos atores e atrizes: Alex Nader, Carol Virguez, Eduardo Speroni, Matheus Macena e Fellipe Marques.  

A banda, conduzida por Felipe Storino, toca canções originalmente compostas para a peça, além de clássicos do movimento Manguebeat, que imortalizaram Chico Science e a Nação Zumbi. O power trio (guitarra, baixo e bateria) é constituído por Maurício Chiari, Pedro Leal e Felipe Storino.

O livro Homens e Caranguejos, do escritor e geógrafo pernambucano Josué de Castro, é referência para o espetáculo. Precursor dos estudos sobre a fome no Brasil. No prefácio de “A Descoberta da Fome”, (Lisboa, 1966), ele destaca:

“A lama dos mangues de Recife, fervilhando de caranguejos e povoada de seres humanos feitos de carne de caranguejo, pensando e sentindo como caranguejo. São seres anfíbios - habitantes da terra e da água, meio homens e meio bichos. Alimentados na infância com caldo de caranguejo - este leite de lama -, se faziam irmãos de leite dos caranguejos. [...] A impressão que eu tinha era a de que os habitantes dos mangues - homens e caranguejos nascidos à beira do rio - à medida que iam crescendo, iam cada vez se atolando mais na lama”.

Ficha Técnica

Realização: Ministério da Cidadania e Governo Federal  

Direção: Marco André Nunes  

Texto: Pedro Kosovski  

Elenco: Carolina Virguez, Alex Nader, Eduardo Speroni, Matheus Macena, Fellipe Marques, Samuel Toledo e Tiago Herz

Músicos em cena: Maurício Chiari, Pedro Leal, Pedro Nego e Felipe Storino  

Direção Musical: Felipe Storino  

Iluminação: Renato Machado

Operação de luz: Tamara Torres  

Produção: Thaís Venitt | Núcleo Corpo Rastreado    

Patrocínio: Petrobras  



Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Recomendamos

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto

×