Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Dia Mundial do Rock: Hugo Bonemer relembra sua trajetória com o gênero

A de 2016, em Portugal, foi durante o Rock In Rio Lisboa em uma versão de 50 minutos que abria todos os dias dessa edição do festival.

Compartilhe

Dia 13 de julho está chegando e nesse dia é comemorada uma das datas mais especiais para os amantes da música: o Dia Mundial do Rock. O rock sempre esteve muito presente junto a outras manifestações culturais no Brasil, no cinema, televisão e ultimamente nos musicais.

Entre os musicais um dos mais famosos é “Rock in Rio – o Musical”, estrelado por Hugo Bonemer e Yasmin Gomlevksy/Thati Lopes, que ficou em cartaz no ano de 2013, além de ter ganhado apresentações especiais em 2014, 2015 e 2016. A de 2016, em Portugal, foi durante o Rock In Rio Lisboa em uma versão de 50 minutos que abria todos os dias dessa edição do festival.

- As apresentações aconteceram no Palco Mundo e abríamos os shows para as bandas do dia. Foi emocionante e apavorante, nos apresentávamos para 70 mil pessoas – relembra Bonemer.

Aliás, Hugo teve sua carreira ligada de diferentes formas ao estilo. Além do musical, ele esteve frente a outros projetos onde o rock se fez presente. Em 2018 foi convidado para dublar Rami Malek, que vivia Freddie Mercury, no longa Bohemian Rhapsody. Posteriormente Malek foi premiado como melhor ator no Oscar 2019.

- Foi um trabalho bem artesanal. A interpretação do Rami Malek era muito sutil e trazia vozes muito graves e muito agudas. Acho que isso trouxe um prazer ainda maior – ressalta Bonemer.

Ainda no cinema, em 2018, o ator deu vida ao cantor Bobby Darin no longa “Minha Fama de Mau”. O personagem é baseado no cantor norte-americano homônimo de grande sucesso na década de 1960. Na ocasião Hugo gravou duas músicas, a pedido da produção do longa. Uma delas é o clássico do rock dos anos 60: “Splish Splash”.

- Entrei para substituir o ator que havia desistido de fazer o Roberto Carlos, mas ele voltou atrás e a direção decidiu me manter em uma participação. Mesmo pequena ela foi muito prazerosa para mim, porque se desdobrou em duas trilhas para o filme – completa.

Divulgação

Em 2019 Bonemer participou do quadro Show dos Famosos, do Domingão do Faustão, e na final escolheu representar o saudoso vocalista do grupo Queen. Hugo entonou um medley de ‘Bohemian Rhapsody’ e ‘We Are The Champions’, dois clássicos do grupo, caracterizado como Freddie.

- A apresentação como Freddie Mercury significou para mim. Foi um agradecimento, a tudo que a figura do Freddie e do Queen representam na minha vida.

Visto que o estilo esteve bastante presente em trabalhos que fez no cinema, teatro e televisão, o ator faz uma reflexão sobre a sua relação com o gênero.

- Ter feito diferentes trabalhos em vários segmentos me proporcionou poder experimentar mais e o rock é um dos estilos que melhor me receberam nessa trajetória. Sou muito agradecido por esses momentos especiais que pude desfrutar tanto com as músicas quanto com a história desse gênero tão especial – finaliza.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar