Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Governo investiu R$ 20 milhões na recuperação do patrimônio cultural

Um dos principais investimentos é a revitalização do Porto das Barcas, em Parnaíba, que será entregue no início de 2020.

Governo investiu R$ 20 milhões na recuperação do patrimônio cultural
Porto das Barcas | Divulgação
Compartilhe

O Piauí segue na contramão do restante do país quando o assunto é investimentos em cultura. Em 2019, apesar das dificuldades econômicas, o Governo do Estado investiu mais de R$ 20 milhões em eventos culturais, feiras, festivais e recuperação do patrimônio histórico e cultural. Entre os principais investimentos está a revitalização do Complexo Porto das Barcas, em Parnaíba, a Casa de Cultura Odilon Nunes, em Amarante, e a entrega da plataforma elevatória e do sistema de combate a incêndio do Museu do Piauí.

A recuperação do Complexo Porto das Barcas, uma das maiores obras do estado, já está 90% concluída e será entregue no início de 2020. A reforma e restauração abrange todo o complexo, as lojas de artesanato e entorno do Museu Náutico.  O valor estimado para toda a recuperação do complexo é de aproximadamente R$ 8,5 milhões, recursos já assegurados pelo Finisa I.

“Foi um ano difícil por conta da situação econômica do país, mas o governador Wellington manteve os investimentos na cultura e tivemos um ano com saldo positivo. O Piauí vai se firmando na contramão do restante do Brasil como o estado que tem um olhar especial para a cultura. Mantivemos o nosso calendário cultural, conseguimos executar por completo, entregamos obras, e também fizemos a manutenção de espaços”, conta o secretário de Estado da Cultura, Fábio Novo.

Outra importante obra de preservação do patrimônio foi a de recuperação da Casa de Cultura Odilon Nunes, na cidade de Amarante, no território Entre Rios. O local foi construído no fim do século XIX, e abriga parte do patrimônio histórico da cidade e do Piauí. Foram investidos R$ 383 mil na reforma e modernização. Entre os serviços executados, estão a restauração da fachada, portas e janelas, além de uma nova cenografia para a sala de exposições, e um espaço que homenageia o poeta Da Costa e Silva.

4 de Setembro ganhou novos equipamentos de som e iluminação

O Theatro 4 de Setembro, que foi restaurado em 2016, ganhou este ano novos equipamentos de som e iluminação. Os camarins também receberam melhorias, além da galeria de Arte Nonato Oliveira, que ganhou novos expositores.

A manutenção dos equipamentos contemplou o Theatro 4 de Setembro, o Teatro Torquato Neto e Clube dos Diários, onde foram investidos R$ 229 mil,por meio do Sistema Estadual de Incentivo à Cultura (Siec).

Na cidade de União, após a entrega da Casa de Cultura Benedito Martins do Rêgo, foram implantadas este ano oficinas de capacitação em teatro e dança para jovens a partir dos 13 anos de idade. As aulas ocorrem aos sábados e domingos, são gratuitas, e realizadas no local que ganhou um teatro com 150 lugares, camarins, e espaço para realização de eventos, em um investimento de R$ 585 mil do Governo do Estado.

O Festival da Uva de São João do Piauí foi retomado este ano em parceria com outros órgãos da administração direta e indireta. O festival ficou dois anos sem ser realizado, mas em 2019, além de fomentar o agronegócio e a agricultura familiar, também promoveu shows e oficinas de dança, antes mesmo do evento ser realizado. As aulas de dança beneficiaram desde adolescentes a idosos de até 75 anos.

Em 2020, Secult entrega obras  em União e Canto do Buriti

Em 2020, alguns projetos serão entregues ainda no primeiro semestre do ano, como a reforma do Casarão do Olho D’água dos Negros, em Esperantina, a Casa de Leitura de Canto do Buriti, e o espaço de cultura de São Raimundo Nonato.

“Temos muitas coisas boas que serão realizadas na cultura em 2020, e obviamente nós vamos trabalhar para que, além dessas obras que fortalecem o fazer cultural dos espaços, a gente mantenha também o calendário. Acho que estamos fechando o ano com chave de ouro com o Natal de Sonho e Luz, que é uma proposta nova que veio para ficar, consagrando nesses últimos anos todas as intervenções que nós tivemos no centro histórico da cidade de Teresina”, afirma Fábio Novo.



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar