Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

YouTuber com Síndrome de Down é homenageada pela Turma da Mônica

Em celebração ao Dia Internacional da Síndrome de Down, projeto da MSP de empoderamento para meninas, traz Cacai Bauer ao acervo.

Compartilhe
Google Whatsapp


A mais nova Dona da Rua da História é a primeira influencer digital com Síndrome de Down do Brasil Cailana Eduarda Bauer Lemos.

A homenagem, que acontece como parte do projeto Donas da Rua, com apoio da ONU Mulheres, faz parte da celebração do Dia Internacional da Síndrome de Down, comemorado no dia 21 de março. A youtuber baiana Cacai tem 26 anos e é ativista da causa PCD. Ela leva para o Brasil e o mundo a ideia que as pessoas com deficiência só precisam de oportunidades. Cacai, nascida em Salvador (BA), sempre estudou em escolas regulares, nas quais se alfabetizou aos 7 anos. Apaixonada por teatro e dança, criou seu canal no YouTube em 2016 e, desde então, vem conquistando o público ao abordar os temas que mais gosta, como maquiagem, skincare e moda.

Na homenagem, Cacai é interpretada pela primeira personagem com Síndrome de Down da Turma da Mônica, a Tati, super animada e criativa, características bem parecidas com a mais nova DDR da História. Dentro do projeto, já foram homenageadas outras mulheres com Síndrome de Down, como a atriz Tathi Piancastelli, que atuou na Brodway e representou em 2010 o Brasil nas comemorações do Dia Internacional da Síndrome de Down na ONU, em Nova York, inspiradora da personagem Tati, e a potiguar Debora Seabra, primeira professora síndrome de Down, na América Latina, a concluir o curso de Magistério.

Segundo a criadora do projeto Donas da Rua e diretora executiva da MSP, Mônica Sousa, nos últimos anos a busca pela inclusão se mostrou cada vez mais necessária. "Essa é a terceira vez que uma mulher com Síndrome de Down entrou para a história do Donas da Rua. Ações como essas devem ser cada vez mais frequentes, pois precisamos mostrar a história de mulheres como a Cacai, exemplo de autoestima elevada como as personagens da Turma da Mônica. Nosso objetivo como Donas da Rua é levar visibilidade para que haja representatividade", pontua.

O Donas da Rua foi criado em março de 2016 e tem o apoio da ONU Mulheres. Nesta parceria, a MSP tornou-se signatária dos Princípios de Empoderamento da ONU Mulheres. O projeto pode ser conferido no site: http://turmadamonica.uol.com.br/donasdarua/ddr-da-historia.php.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar