3 maneiras de se sair de uma situação difícil

3 maneiras de se sair de uma situação difícil

Não perca tempo reclamando e nem banque a vítima sofredora

Você é daquelas pessoas que não consegue se sair bem de algumas situações difíceis?

Selecionamos umas dicas que vão te ajudar a superar esses momentos. No fim você precisa encarar tudo da melhor forma possível pois sempre existirão situações mais difíceis que as que você se encontra. Confira as dicas:

1. Se comporte de maneira produtiva

Nada de aceitar as coisas da vida passivamente, hein, com o bumbum grudado no sofá, vendo filme reprisado e esperando por mudanças. Para dar a volta por cima, é preciso levantar e sacudir a poeira, como diria o ditado. Agir de maneira correta requer pensamentos e emoções organizados, por isso mesmo as escolhas que fazemos quando nos deparamos com algum tipo de problema são tão importantes.

Nesse sentido a dica é simples: não perca muito tempo reclamando nem banque a vítima sofredora – as pessoas não curtem gente rabugenta demais e que vive com cara de sofrência. Pergunte para você mesmo o que pode ser feito para resolver o problema e busque colocar em prática as respostas que sejam mais produtivas.

2. Aprenda a controlar pensamentos negativos

Essa é uma tarefa difícil que exige vigilância, equilíbrio e inteligência emocional. Precisamos proteger nossa mente de pensamentos negativos demais para não agirmos como nossos próprios inimigos. Viver pensando coisa ruim nos impede de alcançar novos objetivos.

Evite, portanto, chavões como “isso jamais vai dar certo” e “eu não sou bom o suficiente”. Quando pensar coisas desse tipo de novo, respire fundo e entenda que nem tudo o que você acha ser verdade é realmente verdade. Busque saber o que pessoas que gostam de você pensam a seu respeito tanto como ser humano como quanto profissional – as respostas podem surpreender e você vai acabar reconhecendo mais o seu próprio valor.

3. Aceite sua nova realidade

Quando falamos em aceitação, é preciso deixar claro que não se trata de baixar a cabeça e sofrer em silêncio. Na verdade, a questão tem a ver com ser realista mesmo, ainda que isso signifique assumir que os dias não são os melhores, que a coisa anda feia, que está tudo bagunçado. Ter essa noção nos ajuda a pensar mais clara e efetivamente em meios de resolver o problema e evita também que muita energia seja gasta com lamentações, apenas.

Quer um exemplo? Imagine-se em um baita engarrafamento logo na segunda-feira de manhã. Chato, né? A questão é que, em vez de se perguntar por que é que a sua semana está começando tão ruim, aceite o fato lógico de que vivemos em uma sociedade que compra carros e que congestionamentos acontecem em grandes cidades nos horários de pico. Aceita que, realmente, dói menos.

Fonte: Mega Curioso
logomarca do portal meionorte..com