7 mentiras contadas nas séries de investigação criminal

7 mentiras contadas nas séries de investigação criminal

Os testes de DNA podem não são rápidos e instantâneos

Se você é fã de série sobre investigação criminal, esse post é dedicado a você. Selecionamos nele, algumas mentiras que as séries de investigação criminal contam e você acredita. Confira:

1. Impressões digitais

Embora pareça muito fácil coletá-las, a verdade é que conseguir impressões digitais perfeitas é bem complicado, especialmente em objetos aleatórios, como os que estão na cena de um crime, por exemplo.

2. Investigadores forenses

Ao contrário dos seus ídolos das séries de investigação criminal, a verdade é que os investigadores forenses são não celebridades. Eles lá embaixo na hierarquia policial e, na maioria dos casos, eles nem tem permissão para portar armas.

3. Burocracia zero

E, se você acha que ser um investigador criminal pode ser a profissão mais agitada do mundo, acredite, essa é só mais uma mentira das séries de investigação criminal. Os investigadores não passam todo o tempo na rua. Na grande parte do trabalho, eles estão atrás de pilhas de papel, dentro de um escritório, cheio de burocracia.

Isso porque todas as provas coletadas precisam ser seladas, registradas, carimbadas, avaliadas, rotuladas e mantidas fora do alcance de curiosos. Essa parte demanda muito tempo e, claro, não é muito empolgante.

4. Sangue

Nada de sangue espalhado por todos os lados e paredes, nas cenas de crimes, embora os capítulos de Dexter fiquem muito melhor desse jeito. Ao contrário das séries de investigação criminal, mesmo em crimes com facadas ou tiros, as vítimas morrem antes de encharcarem as paredes de sangue. Somente crimes que envolvem traumatismo craniano e artérias cortadas é que o sangue jorra com mais facilidade, mas não com tanta intensidade quanto nas séries de investigação criminal.

5. Investigadores forenses = gênios

Ao contrário dos protagonistas das séries de investigação criminal, os profissionais forenses, como os investigadores e analistas, estão longe de ser gênios e entenderem sobre todos os assuntos possíveis. Isso porque, na grande maioria deles, eles são especialistas em apenas um ramo da área de investigação criminal. Aquela pose toda de sabichão fica por conta somente das séries de TV.

6. Luz ultravioleta

Sabe outra mentira que você acreditou, mas que as séries de investigação criminal tratam como verdade? O fato do sangue, supostamente, brilhar sob a luz ultravioleta. Isso não é verdade, embora realmente aconteça com outros fluídos corporais, como urina, leite materno, sêmen e saliva.

7. Testes de DNA

Ao contrário das séries de investigação criminal, os testes de DNA podem não são rápidos e instantâneos. Eles, normalmente, demoram um tempo considerável para serem conclusivos.

Fonte: Segredos do Mundo
logomarca do portal meionorte..com