A garotinha com paralisia cerebral que virou modelo no Instagram

Menina tem quase 70 mil seguidores

Christina Smallwood é mais uma entre muitas mulheres que passaram um bom tempo tentando engravidar. Percebendo que não estava conseguindo, ela decidiu procurar ajuda médica e descobriu que não poderia gerar um filho naturalmente.

Após a notícia não esperada, ela e o marido acabaram decidindo que iriam adotar uma criança. Como mora nos EUA, Christina teve a possibilidade de conhecer a mãe biológica da filha ainda antes do nascimento, quando estava na 31ª semana, no entanto, a mulher entrou em trabalho de parto prematuramente, e a bebê Finley ficou internada por algum tempo, em decorrência das complicações no parto.

Christina e o marido foram alertados pela equipe médica de que sua filha havia desenvolvido diplegia espástica, que é um tipo de paralização cerebral. A condição vai, aos poucos, endurecendo e paralisando os músculos das pernas e dos pés, dificultando a locomoção.

Aos três anos de idade, a garotinha se locomove com a ajuda de um andador e já passou por uma cirurgia, ela precisará se submeter a mais nove ao longo dos próximos anos, mas a dificuldade na rotina de Finley não é motivo de tristeza para a família, ao contrário do que possamos imaginar.

Para trabalhar a autoestima da filha e para abordar publicamente a condição de uma maneira mais humana, Christina criou uma conta no Instagram – lá, ela tem quase 70 mil seguidores, que acompanham a rotina de Finley através das fotos incríveis que são postadas na rede.

Christina, que criou o perfil para conhecer outras mães que enfrentavam o mesmo problema, acabou chamando a atenção de muita gente quando decidiu postar fotos dela ao lado da filha, usando looks parecidos, além de embelezar o mundo com tanta fofura, as fotos de Finley servem também para arrecadar fundos para as próximas cirurgias da pequena. 


Fonte: Com informações do Megacurioso
logomarca do portal meionorte..com