Cachorro órfão é adotado por monastério e se torna monge honorário

O cão encontrou abrigo e amor entre os monges franciscanos

A história de um cachorro órfao que foi adotado por um monastério e acabou virando um 'monge honorário' está conquistando corações na região de Cochabamba, na Bolívia. Chamado de Friar Bigotón (Frei Bigodão, em uma tradução livre), o cão encontrou abrigo e amor entre os monges franciscanos que vivem na região. 

Bigotón ganhou um hábito monacal feito sob medida, e foi até flagrado no momento em que bebia água de uma das fontes: "Aqui está ele pregando para os peixes", escreveu Franciscan Kasper Mariusz Kapron, que tirou e postou as fotos na internet. 

"Ele só quer brincar e correr. Aqui, todos os irmãos o amam muito. Ele é uma criatura de Deus", contou o monge Jorge Fernandez para o site The Dodo.

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Fonte: Com informações da UOL