Cadela preguiçosa que não queria trabalhar é demitida da CIA

Ela perdeu o emprego, mas se tornou uma estrela nas redes sociais

Trabalhar não é algo que agrada todo mundo e a cadela Lulu descobriu isso rapidamente. Recrutada para participar de um treinamento da CIA, a labradora de pelo preto causava altas expectativas no governo americano que acreditava que ela possuia uma aptidão especial para farejar explosivos. 

O perfil da CIA na conta da rede social twitter chegou até a falar sobre as qualidades da cadela. "Ela é muito animada e boba quando brinca, mas possui uma personalidade doce e fácil de lidar, sendo extremamente sensível com as coisas que acontecem ao seu redor e com o que estão pedindo que ela faça".

Mas, nem tudo é o que parece. Lulu, a menorzinha da equipe selecionada para o treinamento, aprendeu a farejar mediante a comando e reconhecer 20 mil diferentes misturas de explosivo durante seis semanas. Depois foi enviada ao Fairfax County Police Department na Virgina, Estados Unidos, para passar por mais dez semanas de treinamento avançado com um time. Lá ela descobriu que não era isso que queria para sua vida. 

Os treinadores notaram que Lulu não estava mais motivada a encontrar os explosivos, mesmo quando recebia recompensas. Eles tinham esperanças de que ela iria "voltar ao normal" em um ou dois dias. Após tentarem diferentes táticas para trazê-la de volta ao jogo, perceberam que o tédio e desinteresse não eram condições temporárias. Ela acabou sendo demitida

 (Crédito: Reprodução)
(Crédito: Reprodução)




Fonte: iG
logomarca do portal meionorte..com