Casais que assistem séries e filmes juntos são mais próximos

Psicólogos falam por qual motivo isso aproxima o casal

A meta de muito cara que deseja largar a vida de solteiro é deixar o agito de lado e ter alguém para passar o fim de semana grudadinho no sofá vendo televisão. Esse programão a dois, além de romântico, promete ser a receita de sucesso para fortalecer o casal.


Isso porque um estudo feito pela Universidade de Aberdeen, na Escócia, indica que assistir séries e filmes a dois aproxima o casal.

Durante um ano e meio, os cientistas acompanharam o relacionamento de 259 casais. O estudo comprovou que as pessoas que gostam dos mesmos livros que os parceiros e as que assistem séries e filmes juntos demonstram ser mais satisfeitas com o relacionamento.

Qual a explicação?

Agora você deve estar pensando qual a explicação para isso. Para o psicólogo e diretor do Centro de Atenção à Saúde Mental – Equilíbrio (Casme) Yuri Busin a aproximação do casal acontece porque acaba sendo uma atividade feita a dois no momento de lazer.

“Provavelmente ambos estão fazendo algo que os agrada, outros exemplos simples são sair para jantar e viajar. São situações em que o casal fica em sintonia, melhorando a convivência entre eles”, explica Yuri.

Encontrar um interesse em comum também pode ajudar no diálogo entre o casal. “No momento em que estão assistindo, acabam ficando envolvidos com a história e depois conversam sobre ela, não dando espaço para possíveis brigas e desentendimentos”, afirma a psicóloga especialista em desenvolvimento humano Marilena Bigoto.

Tecnologia ajuda ou atrapalha?

O mundo está cada vez mais tecnológico, e isso tem afetado as relações pessoais. De acordo com Marilena, esse estudo mostra uma inversão de valores. “Em um mundo em que as pessoas se falam mais por aplicativos do que pessoalmente, assistir uma série junto parece algo muito significativo. Mas, na verdade, é só um momento de lazer”, ressalta.

Segundo Yuri, o problema não está na tecnologia , mas sim no uso abusivo dela. E, querendo ou não, para fazer aquela maratona com a amada é necessário o uso de equipamentos tecnológicos.  

“Tudo tem um limite, viver somente para isso também pode ser um problema. Então tente conversar bastante com a parceira, sobre suas vontades e desejos, unindo assim o que ambos têm vontade de fazer”, explica o psicólogo.

São os opostos que se atraem?

Analisando os fatos é possível perceber que na verdade não são os opostos que se atraem. Marilena fala que pessoas com gostos diferentes podem sim se relacionar, mas no fundo as pessoas procuram mesmo parceiros que gostam dos mesmos assuntos que elas, pois isso traz harmonia para a relação.

Dicas para aproximar o casal

Além de assistir televisão coladinho na parceira, há outras coisas que podem ajudar a fortalecer a relação de um casal e os especialistas dão algumas dicas:

  • O dialogo é importante em qualquer relacionamento, ele é um ponto chave para o casal ser mais feliz; 
  • É preciso se colocar no lugar do outro e entender o momento que a parceira está passando; 
  • Lembre-se que cada um tem um jeito de pensar, sentir e agir. Ou seja, os gostos podem até ser semelhantes, mas não ache que a companheira tem que ser igual a você em tudo; 
  • Não fique com ninguém porque está habituado, a pessoa precisa fazer a diferença na sua vida. 


Seguindo essas dicas, o relacionamento se manterá sempre firme e forte. Ah, e já que assistir séries é algo tão importe, é melhor segurar a curiosidade e não inventar de assistir sozinho um episódio do seriado favorito do casal.


Fonte: iG