Caso de ator pornô canibal que matou e comeu o namorado choca

Condenado a prisão perpétua, ele se casou com um assassino.

O ator pornô Luka Magnotta, condenado a prisão perpétua por matar e depois comer o corpo do namorado em um crime bárbaro que chocou o Canadá há exatos cinco anos, se casou em junho deste ano. O noivo, segundo a imprensa internacional, também é assassino. O caso chocou e ganhou as páginas dos principais jornais mudo afora.

De acordo com o New York Post, Luka Magnotta matou o namorado Jun Lin, comeu partes do seu corpo e logo depois enviou, por meio dos Correios, os restos mortais para escolas e prédios de partidos políticos, deixando todos chocados. 

O canibal foi preso logo após o crime ocorrido em 2012.  Mesmo condenado a prisão perpétua, ele conseguiu encontrar um novo amor dentro da prisão. O  'escolhido' que também já tirou a vida de uma pessoa  foi um "homem solteiro, branco, com idade entre 28 e 38 anos e em boa forma física".

Ator pornô Luka Magnotta
Ator pornô Luka Magnotta (Crédito: AP)




Fonte: Com informações do Último Segundo/IG
logomarca do portal meionorte..com