Cervejaria faz bebidas usando urina de frequentadores de festivais

Em 2015, 50mil litors de urina foram coletados no Roskilde Festival

Uma cervejaria dinamarquesa está usando a urina de frequentadores de festivais de música para fabricar suas bebidas. Neste ano será lançada a cerveja Pisner, que é resultado do processo chamado “reciclagem de cerveja”.

Em 2015, mais de 50 mil litros de urina foram coletados no Roskilde Festival, um dos maiores eventos musicais da Europa. Todo esse fluído corporal foi usado como fertilizante no processo de produção da cerveja. No ano passado, 11 toneladas de cevada foram cultivadas dessa forma.



A urina de animais, como porcos e vacas, também pode ser usado para ajudar no crescimento da plantação, por mais que não seja comum. De acordo com a Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos, o mais recomendado para a cevada é a complementação com nitrogênio, que está presente no xixi humano.

A cerveja “Pisner” é produto da colaboração entre o Conselho Dinamarquês de Agricultura e Alimentos e a cervejaria Nørrebro Bryghus. No total, estão sendo produzidas 60 mil garrafas para venda neste ano.

“Assim como vemos lojas vendendo produtos que normalmente seriam jogados fora, a reciclagem de cerveja nos permite reciclar algo que normalmente iria para o esgoto”, disse a diretora do Conselho Dinamarquês de Agricultura e Alimentos, Karen Hækkerup. “Se conseguimos fazer cerveja usando urina como fertilizante, podemos reciclar quase tudo”.

Reciclagem de xixi


Além de ser usado diretamente nas plantas como complementação nutritiva para o solo, o xixi também pode ser colocado em compostagens para ser usado mais tarde como um fertilizante ainda mais potente. Nos jardins, ainda pode ter outras utilidades, como matar ervas daninhas ou marcar território para espantar animais.

O xixi também pode ter outros usos ainda mais peculiares, como tinta invisível para escrever mensagens secretas. O texto aparece depois que o papel é aquecido.  Esse truque foi usado em campos de concentração durante a Segunda Guerra Mundial.

Outro jeito de reciclar seus fluídos corporais é os usando como agente e limpeza. Como tem amônia, o xixi é ótimo para lavar calçadas, por exemplo. Misturado a dez partes de água também pode ajudar a revitalizar a coloração de tecidos deixados ao sol por muito tempo, como móveis externos.

A urina também pode ser a solução para a crise hídrica, já que cientistas já encontraram formas de permitir que seja bebida como água potável. Como se isso não fosse suficiente, cada descarga que não é dada por causa da reciclagem de xixi, economiza seis litros de água.



Fonte: ig