China quer construir usina solar em Chernobyl

China quer construir usina solar em Chernobyl

Já estão examinando o terreno para verificar os níveis de radiação

Duas empresas chinesas mostraram interesse em transformar Chernobyl em um local para gerar energia limpa, a energia solar. A GCL-SI e CCEC anunciaram que esperam começar a construção da planta no próximo ano.

De acordo com Shu Hua, presidente da GCL-CI, haverão benefícios sociais e econômicos na medida em que a área for renovando com energia renovável e limpa.

Após o colapso na usina nuclear de Chernobyl em 1986, a cidade de Pripyat foi cercada com uma zona de exclusão de 2600 quilômetros quadrados. A zona é composta basicamente por florestas e campos abertos, ideais para captação de energia solar.

No entanto, a área não é o deserto pós apocalíptico que é normalmente descrita; algumas partes da zona de exclusão contém níveis de radiação considerados seguros. Embora a localização exata do projeto ainda não foi divulgada, as empresas afirmam que estão examinando o terreno para verificar os níveis de radiação.

Fonte: Mistérios do Mundo
logomarca do portal meionorte..com