Cinco plantas que oferecem riscos à saúde

Confira a lista

É verdade que a grande maioria das plantas não causam danos, mas há espécies que podem gerar diversos tipos de problemas. Quer conhecer algumas delas? Confira:

1. Alamanda (Allamanda cathartica L.

Você provavelmente já viu as flores amarelas dessa planta ao andar na rua, certo? O amarelo das flores é bonito, mas é bom manter distância das folhas dessa trepadeira. Ingerir tanto as folhas quanto as flores pode causar problemas intestinais tão intensos, como diarreia e vômito, que podem até mesmo matar. 

2. Abundância (Ageratina adenophora

Esse simpático ramo com flores diferentes é bem venenoso. A abundância, nativa da América do Norte, contém flores brancas e perigosas: quando elas florescem, pequenas sementes tóxicas são espalhadas pelo vento. As sementes contêm tremetol, uma substância bem tóxica para os seres humanos que é conhecida por causar danos indiretamente. Mas como isso acontece? Quando o gado come a planta, a toxina vai para a carne e o leite. Se comermos desses alimentos infectados, a toxina vai para o corpo e acaba se tornando a “doença do leite”, que é fatal. 

3. Cicuta (Conium maculatum L.

 

Aqui, temos outras flores simpáticas e, aparentemente, inofensivas. Porém, errado novamente: as propriedades venenosas dessa planta são utilizadas há milênios, desde a época da Grécia Antiga. Lá, o veneno da cicuta levou à morte tanto prisioneiros políticos quanto o grande filósofo Sócrates. O veneno da cicuta ataca o sistema nervoso central, causando convulsões que levam a vítima à morte. 

4. Mamona (Ricinus communis L.

 Essa planta tem suas raízes na Ásia e se espalhou para o resto do mundo posteriormente. Mas ela não é de todo mal, uma vez que o óleo de rícino é extraído da mamona e usado tanto na fabricação de verniz quanto na produção de biodiesel. Mas não se anime muito, pois o problema dessa planta está nas sementes, que possuem ricina. Essa toxina faz o sangue coagular e, dependendo da quantidade que for ingerida, pode levar à morte.

5. Copo-de-leite (Zantedeschia aethiopica

 Não, nem essa planta ornamental escapou. É bem provável que você já tenha visto uma flor de copo-de-leite ao andar em algum jardim, mas com certeza não pensou nos perigos que ela traz. A copo-de-leite, embora possua belas flores, possui toxinas em todas as suas partes. O oxalato de cálcio, a substância que está presente na planta inteira, pode causar inchaço na língua, vômitos e asfixia se for ingerida. Se entrar em contato com os olhos, pode causar problemas na córnea.

Fonte: Com informações do Megacurioso
logomarca do portal meionorte..com