Confira 4 vezes que Black Mirror acertou o futuro

Confira 4 vezes que Black Mirror acertou o futuro

Black Mirror é uma série da Netflix que está fazendo muito sucesso

Você conhece a série Black Mirror? Ela uma série Netflix que está fazendo muito sucesso. Mas alguns episódios Black Mirror foram capazes de acertar o futuro. Confira quais foram são nesse post:

1. Baterias humanas

No segundo episódio da série, conhecemos uma usina que utiliza pessoas para gerar energia por meio de corridas em esteiras e bicicletas ao longo do dia. Em 2016, cientistas do Instituto de Tecnologia de Massachusetts publicaram um estudo que apresentava a ideia de utilizar movimentos de parte do corpo para gerar eletricidade. Com a ajuda de um dispositivo de tamanho aproximado de um selo colocado na parte interna do cotovelo, os movimentos de uma pessoa poderiam gerar energia. Por enquanto, o processo trabalha com apenas 0,6% de eficiência, mas a previsão é de que ele consiga alcançar dez vezes mais que isso, o que seria suficiente para carregar um smartphone.

2. Gravação de memórias

No último episódio da primeira temporada, é possível assistir a uma história de como a visualização de antigas memórias por meio de implantes pode afetar nossa vida. Várias tentativas têm sido feitas para criar dispositivos de geração de nosso dia-a-dia. A Kapture Audio desenvolveu pulseiras para gravar todas as conversas que uma pessoa tem ao longo do dia. Já a Samsung, está trabalhando em produzir lentes de contato que gravam e transmitem o que uma pessoa vê para seu smartphone.

3. Celebridade ofensiva controlando o mundo

Momento Waldo segue um urso animado que sai de uma sátira política na TV para a fama e, daí, para o controle do governo numa posição de respeito. A premissa foi inspirada no sentimento anti-políticos crescente na população mundial. O que ele não poderia prever é que, três anos depois de roteirizar o episódio, o escandaloso Donald Trump iria fazer uma controversa aparição no cenário político e sair vitorioso na definição do novo presidente dos EUA.

4. Zumbis de smartphone

Urso Branco (White Bear) mostra um mundo em que as pessoas se tornaram uma espécie de zumbi que olha tudo por meio do celular, não importa quão horrível esteja o mundo ao seu redor. Nesse ano, todo mundo ficou sabendo do fenômeno que foi Pokémon Go em todo o mundo. Além de ser um divertido jogo que levou milhões de pessoas às ruas, o aplicativo causou uma série de acidentes bizarros. Uma pessoa chegou a ser esfaqueado por um estranho no meio da mata, por achar que o criminoso era apenas mais um jogador de Pokémon Go. Mais inacreditável ainda: ao invés de buscar tratamento para suas feridas, a vítima continuou a jogar.

Fonte: Fatos Desconhecidos