Descubra como é “produzido” o cheiro de carro novo

Os cientistas chamam esse processo de desgaseificação

Todo mundo que entra em um carro novo percebe um cheiro peculiar dentro do veículo, que normalmente não sentimos em nenhum outro lugar normalmente. 

Esse aroma característico não acontece por acidente, e é o resultado de testes e mais testes para desvendar como os odores emanados pelos mais de 100 tipos de materiais diferentes dentro do veículo se combinam.

Linda Schmalz, engenheira de materiais, desvendou o processo de criação do “cheiro de carro novo”. O que ela contou é apenas uma pequena parte da obsessão que todas as montadoras têm por tornar os seus carros mais atrativos para os clientes, mesmo aqueles modelos mais baratos, o que explica o fato de esse odor específico ser inconfundível.

Os cientistas chamam esse processo de desgaseificação, que acontece quando produtos industriais novos liberam resíduos químicos no ar que possuem um odor perceptível. Na verdade, isso varia para o interior de cada modelo de carro, dependendo se foi usado tecido, couro, plástico ou madeira nos componentes, e até a cola usada para unir certas peças interfere no resultado final desse processo. Esses gases são liberados constantemente por um curto período de tempo e não são renováveis, segundo Linda.

De acordo com a engenheira, a preocupação maior em relação a isso não é diretamente produzir o cheiro de carro novo, mas desenvolver materiais de forma que eles tenham odores perceptíveis, mas que não incomodem quem estiver dentro do veículo.

Descubra como é “produzido” o cheiro de carro novo
Descubra como é “produzido” o cheiro de carro novo


Fonte: Com informações do Mega Curioso
logomarca do portal meionorte..com