Desvendamos as curiosidades do filme “Rogue One: A Star Wars Story"

Desvendamos as curiosidades do filme “Rogue One: A Star Wars Story"

Ele quer mostrar um lado diferente do universo popular de Star Wars

O filme “Rogue One: A Star Wars Story” vem com tudo e os fãs de "Star Wars" estão gostando muito da novidade. Mas, se você não sabe nada sobre o novo longa, selecionamos algumas curiosidades que podem te ajudar a resolver esse problema.

Confira:

1. Partindo do trailer

O trailer sugere que Jyn Erso tem um envolvimento com crimes, tanto é que aparece algemada enquanto caminha pelo que parece ser a base rebelde de Yavin IV, que foi exibida no “Episódio IV”.

Outra coisa que podemos perceber é Jyn usando um uniforme imperial preto e dizendo a frase “Eu me rebelo“, o que sugere que ela vai fazer de tudo para conquistar o que deseja e lutar contra quem for preciso e que esteja atrapalhando o seu caminho.

2. A força do lado Negro da Força vai ser algo espantoso

Rogue One vai mostrar um lado da força impressionante. Isso podemos perceber no trailer em que o Império Galático ainda está operante e forte em sua jornada para dominar tudo o que estiver pela frente, sem contar que Darth Vader e o Imperador Palpatine estão vivos (isso porque o filme se passa entre o intervalo dos episódios III e IV).

3. O vilão

Segundo o portal G1, “a grande ameaça imperial do trailer fica por conta do oficial interpretado pelo ator Ben Mendelsohn. Ele curiosamente destoa do resto do exército de Palpatine e usa um uniforme inteiramente branco.

Seu papel não foi explicado, mas em uma segunda cena ele é visto caminhando com sua longa capa por um campo de batalha recente e cheio de vítimas”.

4. O olhar para o lado dos conflitos

“Rogue One” vai buscar mostrar um lado diferente do universo popular de Star Wars. No primeiro trailer, a narrativa sugere que a trama vai ter um olhar mais pesado, focado nos conflitos e com herois e não herois lidando e sofrendo com a opressão e as questões de guerra que permeiam a série.

5. Nada de Jedis

Nada de Jedis nos filmes, esse spin off vai buscar outros ares e falar de pessoas normais que possuem nenhum tipo de vínculo com a força. Até porque se repararmos no paralelo entre episódios que a história se encontra, vários guerreiros Jedis estão mortos ou vivendo escondidos em algum lugar da galáxia.

6. O tempo em que se passa a produção

O longa será dirigido por Gareth Edwards e o roteiro vem sido trabalhado desde 2014 até que Chris Witz assumiu a montagem final do roteiro em 2015.

É importante estar atento ao tempo em que o filme se passará, que é entre os filmes “Star Wars Episódio III: A Vingança dos Sith” e “Star Wars Episódio IV: Uma Nova Esperança“. Rogue One acontece depois do início do império, onde entra em um intervalo de 20 anos do episódio III para o IV.

7. Explorando a saga Skywalker

A nova produção tem como objetivo explorar histórias paralelas à saga Skywalker. A direção do novo filme buscou mergulhar no vasto universo criado por George Lucas e expandir ainda mais esse ambiente, por meio de elementos familiares só que de uma forma original.

Fonte: Fatos Desconhecidos
logomarca do portal meionorte..com