Devido transtorno raro, homem pensa que seu gato é um espião

Ele dizia que seu gato havia sido trocado por um gato espião do FBI

Um  homem de 71 anos, cuja identidade não foi revelada, tornou-se "obcecado" com a idéia de que seu gato tinha sido substituído por um gato espião enviado pelo FBI (Federal Bureau of Investigation).  

Na verdade, o homem tinha uma versão da Síndrome do Capgras que fazia ele pensar deste modo.

O homem já via sido diagnósticado com transtorno bipolar e tinha um histórico de lesões na cabeça causadas por hóquei no gelo.


O homem começou a desconfiar de seu gato depois que ele parou de tomar seus medicamentos antipsicóticos. Ele se tornou profundamente paranoico e dizia que sua casa estava sendo monitorada por agentes do FBI.

No momento em que ele recebeu tratamento para seus delírios, os médicos disseram o seguinte: “ele tornou-se obcecado com a ideia de que o seu gato de estimação tinha sido substituído por um gato impostor, que estava envolvido em conspiração contra ele”.

Transtorno raro faz homem pensar que seu gato é um espião
Transtorno raro faz homem pensar que seu gato é um espião


Síndrome de Capgras

o homem tinha um caso incomum de uma doença chamada de síndrome de Capgras, na qual tipicamente o paciente acredita que seus familiares foram trocados por sócias ou clones impostores. A revisão da literatura revela dois casos relatados com gatos de estimação.

Não está claro o que causa a síndrome de Capgras, mas os médicos acreditam que ela possa estar relacionada a problemas para recuperar as memórias antigas, o que faz com que os pacientes comecem a pensar que seus amigos e entes queridos foram substituídos por outras pessoas.




Fonte: sitedecuriosidades.com