Empresário é enterrado vivo e fica 4h debaixo debaixo da terra

Os suspeitos do crime são mafiosos russos

O empresário russo Khikmet Salaev, 41 anos, foi sequestrado e enterrado vivo no cemitério Lyubertsy em Moscou. Os suspeitos do crime são mafiosos locais.

Segundo informações de jornais russos, o empresário teria uma dívida de 30 milhões de rublos (R$ 1,7 milhão) com os bandidos. 

Salaev foi levado amarrado e os criminosos cavaram uma cova afastado dos outros túmulos. Mas, ele ficou com o celular dentro do caixão.

Torcendo para que o celular funcionasse deibaixo da terra e para que a bateria não acabasse, o empresáio ligou para o irmão Ismail, 36 anos, para pedir socorro, conforme relatou o jornal Moskovsky Komsomolets.


Com medo de ser sequestrado e enterrado vivo também, Ismail telefonou para os mafiosos, considerado pelo seu irmão como "contatos comerciais", para pedir o aval deles.

Ismail pagou cerca de R$ 70 mil e deu uma BMW 535 como garantia para os 'parceiros comerciais'. Após isso, os criminosos 'autorizaram' Ismail a ir resgatar o irmão.

Os bandidos ainda deram a localização exata onde Khikmet tinha sido soterrado. Ismaiel então correu até o cemitério e com ajuda de amigos e funcionários das empresas do irmão consesguiu tirá-lo dali com vida.

O empresário ficou quatro horas debaixo da terra e após ser retirado do local foi levado para o hospital onde apesar de está com algumas costelas quebradas passa bem.

Segundo Ismail, o seu irmão apanhou muito antes de ser enterrado. A polícia está investigando o caso e as conexões do empresário com os mafiosos.

Fonte: r7
logomarca do portal meionorte..com