Encantador de serpentes morre ao beber sangue de cobra que o picou

Homem lidava com os repteis desde os 15 anos de idade

Elies “Peter” Lenturio possuía um título inusitado: ele era o Rei Cobra das Filipinas. Recentemente, entretanto, ele morreu após ser picado por uma de suas serpentes de estimação. Peter foi abrir o bauzinho de sua moto, no qual a cobra estava guardada, quando foi picado por ela na mão esquerda.

O cara tinha a habilidade de lidar com os répteis desde os 15 anos de idade, sendo bastante conhecido na região onde morava. Em toda a sua vida, Peter já havia sido mordido por cobras diversas vezes, mas sempre dava um jeitinho de passar longe do hospital, preferindo tratamentos caseiros.

Nesse último caso, porém, as coisas não deram muito certo: Peter ficou com raiva, cortou a cabeça da serpente que o picou, sugou seu sangue e acabou morto mesmo assim. Os familiares o encontraram rígido e espumando pela boca, já em estado de óbito. Eles não sabem como isso foi acontecer com alguém tão experiente.


Peter era conhecido como o Rei Cobre (Crédito: Reprodução )
Peter era conhecido como o Rei Cobre (Crédito: Reprodução )

Segundo a história, narrada pelo Trending News Portal, a cobra que mordeu Peter era de estimação, sem indícios de que um dia mudaria seu comportamento. A matéria, entretanto, não fala qual era a espécie da serpente, apenas que ela era venenosa. 

Dessa maneira, Peter se tornou parte de uma estatística mundial: anualmente, cerca de 138 mil pessoas morrem picadas por cobras. Ao todo, porém, são mais de 5,4 milhões de pessoas picadas, mas a maioria por cobras não venenosas ou de gente que procura tratamento imediato e consegue reverter os efeitos nocivos e por vezes mortais do veneno.

Fonte: Com informações do Megacurioso
logomarca do portal meionorte..com