Estudo revela o que as pessoas pensam durante a masturbação

Pessoas pensam em parceiros atuais e antigos

De acordo com um estudo recente realizado pela USP (Universidade de São Paulo), uma em cada cinco mulheres brasileiras nunca se masturbou. Apesar de ser um tabu e de as mulheres não serem encorajadas a descobrir a própria sexualidade, a masturbação é importante para que as pessoas conheçam seus corpos, desejos e descubram o que as deixa mais excitadas. 


Existem muitas formas de fazê-lo, mas, seja com um parceiro, um brinquedinho erótico ou apenas com as próprias mãos, a masturbação normalmente começa com algum estímulo visual ou até mesmo fantasioso. Pensando nisso, um estudo recente realizado pela marca de artigos adultos TENGA revelou no que as pessoas tendem a pensar na hora de dar prazer a elas mesmas.

Após consultarem 2 mil adultos sobre seus hábitos de prazer solitário, os responsáveis pelo estudo revelaram que 35% dos homens e mulheres entrevistados pensam no parceiro ou parceira atual enquanto se tocam.

A segunda resposta mais popular é a de que as pessoas fantasiam com um ex-parceiro ou ex-parceira quando estão se divertindo sozinhos. A opção concentra 23% dos votos e é seguida pelas pessoas que pensam em celebridades na hora de se masturbar (opção que foi escolhida por 16% das pessoas entrevistadas).

Pelo fim do tabu

Alix Fox, especialista em sexualidade e relacionamento da marca, critica o fato de o ato ainda ser pouco discutido. “Parece que nós achamos mais aceitável conversar sobre sexo entre parceiros do que sobre sexo solo e isso é um desequilíbrio que precisamos arrumar porque a raiz de todo bom sexo é explorar e conhecer o próprio corpo, preferências e necessidades. Conversar sobre amor próprio pode induzir novas ideias, ferramentas e técnicas que podem nos trazer novos níveis de prazer”, conta.

Além dos benefícios citados pela especialista, outros estudos apontam mais pontos positivos da masturbação. De acordo com uma pesquisa realizada por estudiosos da Universidade de Nottingham Trent, na Inglaterra, dar um intervalo no meio do expediente para se masturbar pode ser um remédio poderoso para aliviar o estresse e a pressão do ambiente de trabalho. Em quem os funcionários pensariam nessa hora?



Fonte: iG