Homem com mão costurada no estômago quer nova cirurgia

Mão costurada no estômago foi para evitar amputação

Em março do ano passado, o auxiliar de produção Carlos Mariotti, de Santa Catarina, passou por um episódio trágico: ao operar uma máquina de fazer bobinas durante o trabalho, ele teve sua mão dilacerada pelo equipamento. Na época, para evitar a amputação, os médicos optaram por uma técnica arriscada para que ele pudesse ter, um dia, o membro de volta.



Mais de um ano após o acidente na mão , é possível notar a evolução do catarinense. Em entrevista internacional, Mariotti falou sobre sua recuperação e os próximos passos que serão dados para que ele possa adquirir dedos outra vez. De acordo com suas declarações ao Mail Online, o processo cirúrgico para esse fim será o primeiro no mundo todo.

Para isso, médicos se preparam para cortar e reconstruir o membro, que hoje tem forma de uma luva de boxe, e formar dedos individuais. Os profissionais esperam restaurar algumas funções e a sensibilidade das partes que ainda restaram.

O auxiliar de produção está muito ansioso para a próxima cirurgia, que deverá acontecer em duas fases. A primeira consiste em dividir a mão dele em duas partes, fazendo com que fique em forma de “v”.

Segundo os médicos, um corte mais profundo na área entre o polegar e o resto do membro irá melhorar a flexibilidade do dedo, que funciona como uma pinça. Depois de alguns meses de recuperação, o procedimento final consistirá em cortar nas duas partes separadas, dividindo-as e reconstruindo os quatro dedos.

Image title
Image title


Fonte: iG
logomarca do portal meionorte..com