Homem cria 'cadeira de rodas' para peixe dourado nadar melhor

O objeto foi criado com uma rolha e um curativo pequeno.

Um homem do Texas, nos Estados Unidos, teve a ideia genial de montar uma 'cadeira de rodas' para o peixe dourado que não conseguia chegar à superfície de seu aquário. O objeto foi criado com uma rolha e um curativo pequeno. Ele tem como objetivo manter o animal estável, já que ele tinha dificuldades para nadar "em pé".

A engenhoca foi publicada por um usuário da rede social Reditt,  que não explicou exatamente quem construiu ou quem era o dono do peixe dourado . Depois da postagem os outros usuários começaram a criar uma série de teorias sobre como o bichinho poderia ser curado, alguns chegaram a sugerir que o animal estava sendo superalimentado e que a solução seria uma dieta.

A maioria dos participantes da rede social ficaram impressionados com o fato de alguém se preocupar em fazer uma "cadeira de rodas" para o peixe. Outros simpatizaram muito com a ideia e elogiaram. "Só espero que outros peixes não tirem sarro dele, chamando-o de 'rolha' ou 'lastro'. Peixes podem ser cruéis", disse um dos usuários da rede.

Outro ainda escreveu que gostaria que funcionasse assim com os humanos: nos momentos de dificuldade ele queria que o chefe ajudasse da mesma forma que esse homem fez com o peixe. 

O mais engraçado, e comum, foi a solução usada para alimentar o peixe com ervilha, na esperança de que isso fosse funcionar para diminuir a pressão na bexiga natatória. E não foi a primeira vez que alguém teve essa ideia: em 2013, um peixe chamado Ada ganhou um cinto de segurança que o permitia nadar em volta do tanque, já que ele tinha ficado preso na parte inferior por uma deficiência.

O dono chegou a filmar e a publicar o vídeo na internet. Em uma mensagem sobre esse conteúdo, o donjo disse que apesar de o peixinho parecer um pouco bobo é melhor do que ele ficar preso no fundo do tanque o tempo todo.

As dificuldades do peixe conseguir flutuar podem surgir de vários motivos, como mudanças repentinas na temperatura, pressão da comida ou do ar do estômago e infecções. Mudar a dieta do peixe também pode ajudar. Além disso, é sugerido que se troque a água ou adicione sal tônico para ajudar a diminuir o estresse do animal.

O mais importante é dar amor assim como o dono do peixe dourado fez, e se dedicar ao máximo aos animais de estimação. Principalmente porque eles não duram para sempre!



Fonte: ig
logomarca do portal meionorte..com