Homem é condenado a prisão após trancar cachorros à beira da morte

Vizinhos próximos a residência desconfiarem de um forte cheiro

Um homem de Bristol, na Inglaterra, foi condenado a 18 anos de prisão por crueldade contra os animais após prender dois cachorros e deixá-los à beira da morte. Proprietário de dois cachorros da raça Staffordshire bull terriers, batizados de Ruby e Blacky, Zach Cook, de 25 anos, abandonou os animais na varanda de sua casa. Os dois foram descobertos por autoridades após vizinhos próximos a residência do rapaz desconfiarem de um forte cheiro que vinha da propriedade.

No local, policiais encontraram os dois cachorros em condições desumanas, envoltos em urina e fezes. "Ruby e Blacky sofreram crueldades horrendas e negligência porque Zach Cook decidiu trancar eles na varanda e apenas esquecer que eles existiam. O jeito de lidar com a vontade dele de não ter mais que cuidar dos cachorros foi fingir que eles não existiam enquanto ele continuava com a vida dele", afirmou Dan Hatflield, inspetor da "Associação de Prevenção de Crueldade Contra os Animais Royal Society".

"Quando foram descobertos, Blacky estava encolhido perto de Ruby e estava tão magro que todos os seus ossos estavam à mostra. Ruby estava em estado absolutamente terrível. Ela estava em colapso completo e estava deitada na miséria, incapaz de ficar em pé e precisou ser carregada até a van em uma cesta", continuou.

Zach foi preso e condenado na última quinta-feira (10) a 18 meses de prisão pelas acusações de causar sofrimento desnecessário e por não atender as necessidades dos animais de estimação.


Fonte: Com informações da UOL
logomarca do portal meionorte..com