Identificado Dinossauro de 14 metros e 130 milhões de anos

Fósseis foram encontrados em escavação no Campo de zorralbo

Uma nova espécie de braquiossauro, cujos fósseis foram encontrados em uma escavação no campo de Zorralbo, próximos ao município de Golmayo, na Espanha, foi identificada por paleontólogos espanhóis da Fundação Conjunto Paleontológico.

Estima-se que o dinossauro saurópode de 14 metros, batizado de Soriatitan golmayensis, tenha vivido há cerca de 130 milhões de anos na região da península ibérica - até então, acreditava-se que os braquiossauros europeus já haviam sido extintos nesta data.

Sabia-se que os dinossauros da família Brachiosauridaea vivam há 150 milhões de anos, durante o Jurássico Superior, na África, na Europa e nos Estados Unidos, em uma época em que os continentes estavam unidos. Posteriormente, no Cretáceo Superior, os continentes foram se separando e acreditava-se, então, que esses dinossauros já não existissem mais na Europa neste período.

Úmero de um Soriatitan golmayensis, nova espécie de dinossauro da família Brachiosauridaea descoberta por paleontólogos espanhóis (Crédito: Fundação Conjunto Paleontológico de Teruel-Dinópolis)
Úmero de um Soriatitan golmayensis, nova espécie de dinossauro da família Brachiosauridaea descoberta por paleontólogos espanhóis (Crédito: Fundação Conjunto Paleontológico de Teruel-Dinópolis)


As escavações que descobriram estes fósseis ocorreram entre os anos de 2000 e 2005 por paleontólogos da cidade espanhola de Sória e o estudo dos ossos vinham sendo realizados pela Fundação Dinópolis desde 2009.

A análise dos fósseis --restos de dentes, vértebras dorsais e da cauda, ossos do quadril e patas dianteiras e traseiras-- mostrou que tratava-se se um dinossauro quadrúpede, com enorme pescoço e cabeça pequena.

Os paleontólogos o relacionaram com outros gêneros de dinossauros da família Brachiosauridaea, como os Brachiosaurus, dos EUA, e o Giraffatitan, da Tanzânia --segundo o estudo, publicado na revista científica "Cretaceous Research", tal como seus "primos", o Soriatitan golmayensis possuia, entre outras similaridades, as patas dianteiras desenvolvidas.


Fonte: Uol
logomarca do portal meionorte..com