Idosa de 116 anos tem cartão recusado em banco por ser velha demais

Maria Félix completará 117 anos em julho.

O gerente do banco Citibanamex, no México, certamente não conhece a história de Raimundo Inacio Gonçalves, que aos 101 anos ainda dirige pelas ruas de Brasília e ostenta uma carteira de motorista recém-renovada, já que há poucos meses ele negou à mexicana Maria Felix um cartão da instituição financeira. A centenária de 116 anos foi considerada “velha demais” para usufruir do serviço.

“Eles me disseram que o limite de idade era 110 anos”, afirmou Maria, ao jornal The Guardian. A mexicana, que precisava do cartão para receber o beneficio mensal da aposentadoria, ficou sem acesso ao apoio financeiro durante três meses e a polêmica envolveu até Miguel Castro Reynoso, o atual secretário de Desenvolvimento do estado de Jalisco, no México.

Castro deu declarações públicas sobre o caso e avaliou a situação como absurda. Ele também foi pessoalmente entregar um cheque à idosa, junto com um pedido de desculpas.

O banco Citibanamex também se pronunciou em um comunicado oficial e colocou a culpa no sistema operacional utilizado pelo grupo. De acordo com o texto, “a idade de Maria excedeu os ‘limites de calibração’ de seu sistema e o banco seguia tentando obter o cartão para a idosa o mais rápido possível”.

Maria Félix completará 117 anos em julho, de acordo com sua Certidão de Nascimento. Ela diz que ficou órfã aos sete anos e que sua idade faz dela uma das pessoas mais velhas do mundo.


Fonte: Com informações do Metropoles