Jovem deixa abacaxi em exposição que é confundido com arte

As pessoas acreditaram que a fruta fazia parte da exposição

O estudante Ruairi Gray, de 22 anos, "contribuiu com a arte" ao deixar um abacaxi em uma das vitrines de uma galeria na Universidade Robert Gordon, em Aberdeen, na Escócia. O mais surpreendente: as pessoas realmente acreditaram que a fruta fazia parte da exposição.

"Estávamos carregando esse abacaxi e não sabíamos o que fazer com ele até que vimos essa vitrine vazia", explica ele em entrevista ao Metro.co.uk. "Nosso objetivo era ver quanto tempo ele ficaria ali até ser removido". 


Para a surpresa do jovem, a fruta ficou no local por seis dias; tempo em que foi observada e apreciada como outra das obras de arte do local. "Ficamos chocados. Rimos sem parar por uns dez minutos", conta Gray ao site do jornal britânico. "Ficou lá até a tarde da última quarta-feira, quando o restante da exposição foi removida".

Intitulada "Look Again" (Olhe Novamente, em tradução livre), a exposição teve como proposta exatamente o que seu nome incita: que os visitantes observassem "lugares e espaços ao seu redor com um olhar novo".

A diretora do evento, Sally Reaper, afirmou que os organizadores perceberam a brincadeira anônima, mas decidiram manter a peça porque ela "tinha o espírito lúdico do festival". Estima-se que mais de 30 mil pessoas visitaram a exposição neste ano.

Ao site da universidade, o estudante definiu sua brincadeira: "Vi a chance de ser um artista e aproveitei. Foi o jeito perfeito de encerrar meu tempo na faculdade".


Fonte: redetv.uol
logomarca do portal meionorte..com