Jovem é dispensada de entrevista de emprego por causa de roupa

Rosie deixou em lágrimas o processo seletivo abortado.

Rosie Reilly disputava um emprego na rede de ópticas Boots em Richmond (Inglaterra). Levou uma hora cuidando do visual: roupa, maquiagem e cabelo. Caprichou no currículo.

Na primeira fase da entrevista de emprego, Rosie foi levada a uma sala, onde a britânica prestou esclarecimentos sobre suas experiências de emprego e seus objetivos.

E aí o processo desandou.

"A entrevistadora anotou umas coisas em disse: 'A segunda fase da entrevista acontece na loja. Entretanto você não está vestida de forma conservadora. Então, vamos marcar essa fase para um outro dia'. Marcamos para quinta-feira, mas não irei", comentou Rosie ao "Metro".

Rosie deixou em lágrimas o processo seletivo abortado.

"Levei o caso para as mídias sociais. e recebi muito apoio, o que melhorou a minha autoestima", afirmou a jovem.

A Boots não atendeu a pedido do "Metro" por esclarecimentos sobre o caso.


Fonte: O Globo
logomarca do portal meionorte..com