Jovem em fase terminal se recupera após mãe lhe dar maconha

Os médicos deram a Deryn poucos dias de vida

Não é mais possível negar o poderoso efeito curativo que a maconha e seus derivados possuem sobre diversas doenças. A frequência com que novos relatos de doentes que, sofrendo com males extremos, tiveram sua dor atenuada ou mesmo curada após o uso de algum derivado da cannabis nos faz crer que podem haver verdadeiras revoluções médicas a serem descobertas a partir da planta. O mais recente caso é do adolescente britânico Deryn Blackwell.

Em 2013, aos 14 anos, os médicos deram a Deryn poucos dias de vida. Lutando contra dois cânceres desde 2010, três anos depois restava ao jovem, segundo os médicos, a morfina para lhe aliviar a dor para esperar a morte. Rapidamente Deryn desenvolveu sinais de dependência de morfina, um forte e viciante opiáceo.

Foi aí que a mãe do menino, Callie Blackwell, depois de muita pesquisa, decidiu por lhe remediar óleo de cannabis por conta própria – conforme a própria mãe revelou recentemente.

Callie passou a medicar o filho às escondidas, valendo-se do diagnóstico de que Deryn estava à beira da morte para arriscar o medicamente à base de maconha.

Acontece que Deryn não morreu, e recuperou-se gradualmente, e hoje estuda e trabalha. Passados quase quatro anos, a mãe não tem dúvidas de que a melhora do menino está diretamente ligada ao tratamento com derivado da erva. Tanto o THC quanto o cannabidiol são elementos químicos ativos da maconha com capacidades curativas, segundo estudos.

Os oncologistas escutados pela imprensa britânica afirmam que não é possível confirmar a eficácia da maconha como tratamento a partir da história do menino – e que, para tal, será preciso realizar uma série de testes, exames e pesquisas em laboratório.

Seja como for, o número de casos similares torna evidente que há uma pesquisa enorme a ser realizada a partir da maconha. Quem sabe a cura doenças aparentemente imbatíveis não está escondida justamente em uma planta pouco testada, por ter sido mantida proibida por tanto tempo?

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Fonte: Com informações do Hypeness