Marca de roupas lança campanha polêmica nos EUA

A campanha tem fotos de sexo explicito

Uma marca de roupas dos Estados Unidos está com uma campanha ousada para o lançamento de sua nova coleção. Nos anúncios, os modelos aparecem simulando cenas de sexo explicito, algo bem incomum em se tratando de publicidade de moda. As fotos são mostradas com borrões, mas ainda assim são bem provocantes.

A publicidade da Eckhaus Latta foi realizada pelo fotógrafo Heji Shin, com o aval dos estilistas da marca, Mike Eckhaus and Zoe Latta. Os dois designers afirmaram para um site internacional que se divertem com a relação entre publicidades de moda e sexualidade e ficaram interessados em produzir anúncios com imagens abertas à interpretação.

“Nós vivemos em um momento em que ainda existe uma tensão entre liberdade de expressão individual (especialmente online) e abordagens puritanas sobre o sexo profundamente enraizadas em nossa cultura”, disseram os estilistas. “A campanha é uma reação a essa tensão – uma celebração desafiadora de que o sexo real é, acima de tudo, lindo e parte integrante da essência do ser humano”.

Segundo a declaração dos dois, a ideia principal da campanha não é ser provocadora. “Estamos mais interessados em nos mostrar abertos a reconhecer uma gama mais ampla de experiências humanas”, defenderam.

Confira a campanha polêmica:



Marca de roupas lança campanha polêmica nos EUA
Marca de roupas lança campanha polêmica nos EUA
Marca de roupas lança campanha polêmica nos EUA
Marca de roupas lança campanha polêmica nos EUA
Marca de roupas lança campanha polêmica nos EUA
Marca de roupas lança campanha polêmica nos EUA
Marca de roupas lança campanha polêmica nos EUA
Marca de roupas lança campanha polêmica nos EUA
Marca de roupas lança campanha polêmica nos EUA
Marca de roupas lança campanha polêmica nos EUA
Fonte: Com informações do Catraca Livre