Médica proíbe jogadores de fazer sexo antes de partida e polêmiza

"Eles devem evitar o sexo dois ou três dias antes", alertou.

Muitos estão ansiosos pela partida entre Spartak Moscou e Liverpool pela sexta e última rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões. O assunto mais comentado nessa semana, no entanto, foi a recomendação dada pela médica do time russo, Victoria Gameeva, que proibiu os atletas de fazer sexo antes do jogo.

"Do ponto de vista médico, o sexo estimula a capacidade de trabalhar apenas nas mulheres. Mas funciona de outra forma para os homens. Eles devem evitar o sexo dois ou três dias antes do jogo de futebol", afirmou ela. 

Segundo a profissional de saúde, a cautela é para que os jogadores mantenham o foco. "Nas artes marciais, se uma mulher lutar cinco ou dez minutos depois de ter relações os resultados serão melhores. Nos homens funciona ao contrário", explicou. 

A recomendação da médica dividiu opiniões. Enquanto muitos consideraram 'essensial' para o bom rendimento dos jogadores, outros acharam um tanto quanto inusitado.

Médica avalia saúde de um dos jogadores (Crédito: Reprodução)
Médica avalia saúde de um dos jogadores (Crédito: Reprodução)





Fonte: Com informações do Último Segundo/IG
logomarca do portal meionorte..com