Médicos retiram 200 pedras do fígado de mulher e imagem choca

Chen, de 45 anos, sofria com fortes dores abdominais.

Os médicos do Hospital Guangji, na China, foram surpreendidos quando uma mulher, sentindo fortes dores na região abdominal, deu entrada no pronto-socorro e precisou ser operada às pressas. Isso porque ela tinha centenas de pedras dentro de seu corpo, e todas precisaram ser retiradas imediatamente.

Em uma cirurgia que durou mais de seis horas, os cirurgiões trabalharam para remover todos os “intrusos” que estavam no fígado e na vesícula biliar da paciente, em procedimento que foi considerado um sucesso. Mais de 200 pedras foram encontradas, e algumas delas eram tão grandes quanto ovos de galinha.

A condição da mulher, entretanto, não pode ser considerada uma surpresa. Identificada como Chen, de 45 anos, ela sofria com dores abdominais há mais de uma década, e ciente de sua doença, a chinesa preferiu ignorar as indicações médicas porque tinha medo de ser operada.

Segundo o portal “Mirror”, os médicos explicaram que pular o café da manhã , uma refeição essencial, pode ocasionar vários problemas, dentre eles, a criação de cálculos no fígado e na vesícula biliar.

O cirurgião Quan Xuwei, responsável pelos procedimentos de Chen, contou que a não-ingestão de alimentos no período da manhã faz com que a bile, produzida no fígado e armazenada na vesícula biliar, inicie um processo de calcificação.



Fonte: IG