Meninas são impedidas de embarcar em voo por usarem calças legging

Ativistia presenciou cena e decidiu denunciar o sexismo da atitude

Uma menina de dez anos foi impedida de embarcar em um avião da companhia United Airlines, neste domingo (27), por estar usando calças legging. O caso foi relatado no Twitter pela ativista Shannon Watts, que testemunhou a cena e decidiu denunciar o sexismo da atitude. Segundo ela, outras duas garotas também foram barradas por conta da roupa. 

"Uma funcionária da United não está deixando meninas de legging embarcarem em um voo de Denver a Minneapolis (nos EUA) porque calças legging são proibidas?", questionou ela ao narrar o caso. "Ela está forçando as meninas a mudarem de roupa ou colocarem um vestido para cobrir a legging ou não poderão embarcar. Desde quando a United policia as roupas das mulheres?", acrescentou.

Image title

Criticando o fato da decisão sexualizar meninas adolescentes, Shannon ainda disse que o pai da menina usava shorts, e não teve problemas para embarcar. Segundo a ativista, a funcionária ainda disse que não fazia as regras, "apenas as segue".

Embora não tenha divulgado comunicado oficial sobre o episódio, a companhia aérea manifestou-se através da rede social: "Os passageiros dessa manhã não estavam vestidos conformes o nosso código de vestimenta para a viagem", publicou. "No nosso contrato de transporte, na regra 21, temos o direito de recusar o transporte de passageiros".

Ainda na rede social, um porta-voz da empresa acrescentou: "Existe um código de vestimenta para viajantes com o passe, já que eles estão representando a United Airlines quando voam. Roupas casuais são permitidas, desde que sejam elegantes e de bom gosto para o ambiente local".

As meninas embarcaram em outro voo após trocarem de roupa, mas a polêmica continuou nas redes sociais, atraindo também a atenção de personalidades - que criticaram a companhia. "Leggings são vestuário de negócios para crianças de 10 anos”, escreveu a atriz Patricia Arquette. "O negócio delas é serem crianças".

Fonte: Com informações da UOL
logomarca do portal meionorte..com