Mistérios que ainda não foram explicados sobre o corpo humano

Mistérios que ainda não foram explicados sobre o corpo humano

O corpo humano possui muitos mistérios

O corpo humano possui muitos mistérios e até agora. Pensando nisso, selecionamos alguns deles para você. Confira:

1. Hora de falar das mamas

Toda fêmea mamífera produz leite durante a gestação para poder alimentar o rebento que está por chegar, e com os seres humanos não poderia ser diferente. O intrigante aqui é que, ao contrário dos outros mamíferos, as mulheres têm mamas proeminentes mesmo quando não estão grávidas nem amamentando.

Uma das explicações evolutivas para isso poderia ser que os seios grandes fazem com que o homem veja a mulher como uma criatura reprodutiva madura, mesmo que o volume deles seja causado por gordura, e não por leite. Há quem defenda, no entanto, que essa questão das mamas é parte de uma ligação entre a mãe e o bebê, já que, em algumas culturas, os homens não enxergam os seios femininos como um apelo sexual.

Florence Williams, que escreveu um livro a respeito, defende a ideia de que a gordura armazenada nos seios femininos serve para que a mãe libere hormônios durante a amamentação, o que seria fundamental para a boa formação cerebral dos bebês. Será?

2. Sobre a composição do corpo humano

Da próxima vez que você subir em uma balança para se pesar, tenha em mente que até 3% do seu peso não é formado exatamente pelo seu peso, mas pelos microrganismos que vivem hospedados aí nesse seu belo corpitcho.

Antes de começar a tomar banho com álcool, saiba que esses bichinhos aí são necessários e muitos deles ajudam em suas funções intestinais, por exemplo, enquanto outros deixam sua pele mais sedosa. O fato é que não se sabe exatamente a função de todos esses microrganismos que a gente leva para cima e para baixo.

O fato é que o uso excessivo de antibióticos acaba matando as bactérias do bem que vivem em nosso intestino e que esse é um jeito de adquirir doenças autoimunes, como o diabetes tipo 1.

3. E a personalidade de cada um? Como funciona?

Entender a relação entre a fisiologia cerebral e a mente humana é, certamente, uma das tarefas científicas mais difíceis e complexas. Como é possível que 100 trilhões de conexões neurais no cérebro de cada pessoa consigam criar sensações diferentes e particulares? A formação da consciência humana de vida, que varia de pessoa para pessoa, é tida por muitos cientistas como o maior mistério de todos.

“Todo cérebro, incluindo o seu, é feito de átomos que foram formados nos corações de inúmeras estrelas há bilhões de anos. Essas partículas flutuaram por anos-luz até que a gravidade e o acaso as reunissem aqui, agora. Esses átomos agora formam um conglomerado – seu cérebro – que não só pode refletir sobre as próprias estrelas que lhes deram origem, mas também pensar sobre sua própria capacidade de pensar e perguntar sobre sua própria capacidade de questionar. Com a chegada dos seres humanos, o Universo se tornou consciente de si mesmo. Este, sem dúvida, é o maior mistério de todos”, disse o neurocientista V.S. Ramachandran, em declaração publicada no Live Science. Tem como não concordar com ele?

4. Pelos, para que tê-los?

Por que será que temos pelos pubianos? Há quem diga que os fiozinhos aparecem em nossos órgãos reprodutores por uma questão sexual mesmo, como um sinal visual de maturidade e uma forma de exalarmos os odores de nossos feromônios.

Por outro lado, há quem defenda que os pelos estão ali para deixar a região pubiana aquecida e protegida de atritos durante o sexo – cof, cof. O fato é que, quanto mais o tempo passa, menos se sabe sobre a cabeleira e mais se deseja acabar com ela.

Fonte: Mega Curioso
logomarca do portal meionorte..com