Mulher crema feto após ele nascer com aparência de sapo

O incidente supostamente aconteceu em outubro de 2016

Precious Nyathi, 36 anos, afirma ter dado à luz a um bebê em formato de sapo e sido obrigada a queimar o feto em frente aos moradores de um vilarejo no Zimbábue.

Segundo informações ela estava no oitavo mês de gravidez quando entrou em trabalho de parto. Ao verem que o bebê não parecia humano, os mais velhos da tribo pressionaram a mulher a cremá-lo depois que ele morreu.

Mulher crema feto após ele nascer com aparência de sapo
Mulher crema feto após ele nascer com aparência de sapo


O marido de Precious, disse que o feto parecia com um “sapo” e ficou espantado: “A parteira disse que aquilo era o que minha mulher havia parido. A gente esperava um filho e isso é o que os céus nos deram.”

O incidente supostamente aconteceu em outubro do ano passado, mas só veio a público recentemente. Um médico entrevistado afirma que o bebê pode ter sido vítima de anencefalia, condição que causa má formação no cérebro.


Fonte: Com informações do Metropoles