Mulher cria perfume com seu fluído vaginal e testa em homens

Ela quer usar apenas o fluído vaginal para atrair homens

A artista e escritora Allison Ramirez, de Los Angeles (EUA),  decidiu fazer um perfume usando fluídos de sua própria vagina para verificar qual seria a reação do sexo oposto. A ideia já foi abordada no livro "The Joy of Sex" (A Alegria do Sexo, em tradução livre), de Alex Comfort, que aponta que as mulheres poderiam simplesmente renunciar aos perfumes e usar apenas o fluído vaginal para atrair homens.

Com base nesse conhecimento, Allison buscou criar um método mais sofisticado e procurou o Institute for Art and Olfaction, especializado em criação de aromas. A pesquisa da escritora foi apresentada na revista Cosmopolitan.

A diretora do instituto, Saskia Wilson-Brown, explicou que fluídos corporais não podem ser usados em fórmulas, porque não são estáveis o suficiente. Mas isso não significa que simulações sintéticas desses fluídos não possam ser usadas no próprio dono.

Por fim, Alisson criou o perfume "Christimassy", composto de rosa, cedro e um amíscal sintético de gato. Usando um algodão, ela extraiu o fluído de sua vagina e juntou a mistura.

A mulher usou a loção em três ocasiões: um encontro que terminou com beijos e o homem a chamando para sair de novo. Uma viagem para uma estação de petróleo, onde teve uma recepção calorosa por parte do caixa do Mc Donald's local. E, por fim, Alisson foi a um encontro no café da manhã e fez planos de ver o pretendente de novo.

A escritora não descarta a hipótese de que isso tudo seja apenas coincidência, portanto disse à revista Cosmopolitan que "você não precisa de um batom ou rímel novos, nem mesmo roupas novas. O que você ja tem é mais que suficiente".

Image title

Image title

Fonte: Com informações da UOL