Mulher diz ter sido demitida após ser assediada por não usar sutiã

Kate ainda afirma que tentou conversar sobre a situação

A britânica Kate Hannah fez um desabafo sobre ter sido demitida de um bar em Beverley, na Inglaterra, após ser assediada simplesmente por não estar usando sutiã. No último sábado (24), Kate postou uma foto em que aparece usando uma camiseta e alegou que foi alvo de um comentário inapropriado. Em vez de defendê-la, a gerente do local a culpou pelo assédio e a proibiu de voltar ao trabalho sem sutiã.

"Isso foi dito para mim na frente de outros três funcionários e alguns clientes", escreve Kate. "Me senti desconfortável, objetificada e chocada que isso tenha acontecido, que a culpa tenha sido colocada em mim sendo que eu havia sido assediada no trabalho", acrescenta.

Image title

Kate ainda afirma que tentou conversar sobre a situação com a gerente, mas que foi chamada de "idiota, bobo e exagerada" quando disse que havia ficado chateada com o que aconteceu. "Estou absolutamente decepcionada com a falta de profissionalismo e a falta de respeito quanto ao direito de eu me vestir com o que me deixa confortável", desabafou na rede social. "Ninguém deveria ter que se esconder para evitar comentários ou comportamentos abusivos. Me sinto triste", finalizou.

A história repercutiu, chegando a mais de 1,2 mil curtidas, 570 compartilhamentos e centenas de comentários. Com isso, o bar Bird & Beer divulgou nota à imprensa para dar sua versão do caso. "Podemos confirmar que nenhum funcionário foi despedido por conta dessas acusações", afirmou o estabelecimento, acrescentando que protege seus funcionários de qualquer tipo de assédio.

Fonte: Com informações da UOL