Mulher escolhe gravar empregada caindo de prédio ao invés de ajudar

A atitude gerou revolta nas redes sociais

Uma mulher, que não teve a identidade divulgada, gerou revolta nas redes sociais recentemente após escolher gravar um vídeo ao invés de ajudar uma empregada doméstica que se segurava apenas pelas mãos no parapeito de um prédio.

A mulher, uma imigrante etíope, estava pendurada no sétimo andar do prédio e chegou a gritar desesperadamente "segure a minha mão" repetidas vezes. Ao invés de ajudá-la, a mulher que grava o vídeo apenas repete: "Louca, volte para dentro".

Segundo a jornalista Jean Moussa, que publicou as imagens em sua conta do Twitter, o caso aconteceu no Kuwait, país árabe que faz fronteira com Arábia Saudita e Iraque.

Felizmente, a senhora etíope sobreviveu e em outro vídeo é possível ver bombeiros a ajudando a sair do que parece ser uma cobertura. De acordo com o site de notícias local "Gulf Times", a empregada foi socorrida e levada ao hospital com sangramento no nariz e orelhas, além de um braço quebrado. Autoridades estão investigando o caso após apelo da ONG "Sociedade Kuwait para os Direitos Humanos".

As imagens começaram a circular as redes sociais após a própria patroa divulgar as gravações. Ela alega ter preferido gravar as imagens para provar posteriormente não ser culpada pelo possível assassinato da empregada.

Image title

Fonte: Com informações da UOL