Mulher passa mal e morre horas após dar à luz primeira filha

A causa da morte ainda não foi descoberta

A mãe e esposa Meg Johnson, de 31 anos, morreu horas após dar à luz sua primeira filha, Eilee Kate, no Hospital Universitário de Nashville, nos Estados Unidos.  A mulher e o marido, Nathan Johnson, passaram horas juntos após o parto conversando e segurando a bebê no colo. No entanto, por volta das nove horas da manhã, Meg começou a passar mal e quando os médicos chegaram para examiná-la constataram que não poderiam fazer nada para salvá-la. 

Apesar de nenhum sintoma ter aparecido antes e a causa da morte ainda não ter sido descoberta, acredita-se que a causa tenha sido um transplante de coração a qual Meg foi submetida quando tinha 23 anos.

A cirurgia ocorreu por conta de um vírus potencialmente fatal que afetava o miocárdio contraído em 2002, quando Meg tinha 15 anos. Em 2010, o estado de Meg se agravou por conta de uma pneumonia, mas felizmente havia um transplante disponível para ela. 

Mulheres que já sofreram de miocardite estão mais propensas a sofrerem de Cardiomiopatia Periparto (CMPP), uma doença rara que afeta gestantes um mês antes ou até cinco meses após o parto e leva à falência do coração. 

Alguns amigos de Nathan organizaram uma campanha de financiamento coletivo no site Go Fund Me. "Eles estavam muito felizes. Eilee é tão linda", contou Josh, amigo do casal, ao site Metro. "Foi totalmente inesperado, não consigo parar de chorar. Ninguém viu isso vindo".

A meta de 132 mil reais foi batida em poucas horas, arrecadando um total de 974 mil reais. De acordo com Josh, a verba será destinada a cobrir o velório de Meg e a ajudar Nathan nos primeiros meses com a pequena Eilee.


Image title

Image title

Image title

Fonte: Com informações da UOL
logomarca do portal meionorte..com