Nasa admite não ter dinheiro para levar o homem a Marte

Agência pretende voltar à Lua

A NASA sempre comentou que tinha como meta levar os humanos a Marte até 2030. Para isso, muitas tecnologias foram comentadas, planos, além de novos propulsores para foguetes. Porém, durante o evento Instituto para Aeronautas e Astronautas nos EUA, uma das principais figuras da NASA admitiu que a agência espacial não tem dinheiro para completar a missão em 2030.

William H. Gerstenmaier, líder do departamento de voo espacial humano na NASA, comentou o seguinte: "Eu não entregar uma data para levar humanos até Marte, e o motivo disso realmente são os níveis de orçamento que descrevemos. Com um aumento de 2%, não temos os sistemas de superfície disponíveis para Marte".

Marte (Crédito: Reprodução)
Marte (Crédito: Reprodução)

Além disso, William disse que o principal desafio para a NASA seria a entrada, a descida e o pouso em Marte e o orçamento atual não daria conta disso até 2030. Anteriormente, a NASA realizou a promoção da campanha Journey to Mars, além de gastar um bom dinheiro na construção do foguete SLS e nave espacial Orion.

Voltando para a Lua?

Ao que parece, o plano Marte da NASA está indo água abaixo. Então, a ideia que está surgindo é a Lua como destino. Vale notar que o ex-presidente dos EUA, George W. Bush (2001-2009), tinha a Lua como meta. Porém, tudo foi largado na gestão de Barack Obama. Agora, parece que as coisas vão voltar a ser discutidas.

"Se descobrimos que há água na Lua, e queremos fazer operações mais extensas na Lua para explorar isso, temos a capacidade de usar o Deep Space Gateway para cobrir uma extensa superfície da Lua", disse Gerstenmaier.

Agora, caso você ainda espere ver a humanidade em Marte durante a sua vida, a torcida deve focar em três pontos: SpaceX e Virgin, empresas privadas que prentendem chegar ao Planeta Vermelho até 2030, ou um investimento maior na própria NASA.

Fonte: Com informações do Megacurioso
logomarca do portal meionorte..com