Nova molécula é capaz de destruir células do câncer

Nova molécula é capaz de destruir células do câncer

Os pesquisadores querem combater leucemia, linfomas e outros.

A molécula chamada S63845 foi desenvolvida por cientistas e ela tem como finalidade inibir o crescimento de vários tipos de modelos de câncer. Ela bloqueia a proteína MCL1, que causa o crescimento de vários tipos de células cancerígenas. Dessa forma, as células morrem sem acesso a proteína.

Os pesquisadores querem combater leucemia, linfomas e o mieloma múltiplo, por exemplo, com esse novo composto.

De acordo com um membro da equipe, a MCL1 é importante para muitos tipos de câncer, pois é uma proteína vital que permite que as células ‘escapem’ do processo que normalmente remove células cancerígenas do corpo.

Estudos extensos realizados em uma grande variedade de modelos de câncer mostraram que o S63845 atinge as células cancerígenas dependentes da MCL1 para sobreviver.

O que faz a S63845 ser tão promissora é que além de afetar o suprimento de vida das células cancerígenas, ela pode ser administrada em doses que não afetam células normais, afirma a equipe. O composto é resultado da última tecnologia em uma nova classe de drogas anticâncer chamada de miméticos BH3. Ainda vai demorar um pouco para que esse tipo de droga chegar ao mercado.

Fonte: Climatologia Geográfica
logomarca do portal meionorte..com